Início Notícias Palmeiras emite nota à CBF afirmando que Flamengo terá ‘vantagem’ nos ingressos...

Palmeiras emite nota à CBF afirmando que Flamengo terá ‘vantagem’ nos ingressos da Supercopa

Governador de Brasília veta público para Fla-Flu no Mané Garrincha
(Foto: Marcelo Cortes/CRF)


No dia 28 de janeiro, Flamengo e Palmeiras vão se enfrentar às 16h30, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, na decisão da Supercopa do Brasil 2023. Após uma longa indefinição, a CBF finalmente definiu o palco da final.

As equipes já começaram a colocar os principais jogadores em campo, já se preparando para a grande final. Vítor Pereira teve uma ótima estreia com o grupo principal e deixou os torcedores bem satisfeitos.

Os dois melhores elencos do futebol brasileiro vão duelar mais uma vez por um título, o que promete um grande jogo, onde os torcedores e os expectadores vão sair satisfeitos, mas a primeira polêmica do confronto já surgiu.

Na manhã desta segunda-feira (16), o Palmeiras emitiu uma nota de reclamação à CBF. O clube paulista afirma que o Flamengo estará levando vantagem nos ingressos destinados aos torcedores dos clubes envolvidos na decisão.

Isso porque, o grupo metrópole que é formado por empresários que conseguiram levar a decisão para Brasília, vão realizar uma pré-venda de 5 mil ingressos para clientes do Banco BRB, que além de pertencer ao grupo, também é patrocinador do Flamengo.

Os alviverdes entenderam que com esses 5 mil ingressos, o Flamengo teria uma ‘vantagem’ nas arquibancadas. O Palmeiras solicitou que essa quantidade de ingressos sejam descontados da carga destinada ao Mais Querido.

Vale lembrar que mesmo antes da definição do palco da final, a CBF já havia deixado muito claro que a quantidade de ingressos seria a mesma para cada clube. Logo ninguém terá mais ingressos.

Veja abaixo a nota emitida na íntegra:

“Sobre os ingressos para a Supercopa do Brasil, no dia 28, em Brasília, a CBF e a empresa promotora do evento garantiram ao Palmeiras que a divisão das entradas será feita de forma igualitária entre os clubes.

Conversamos com a CBF e a promotora do evento sobre a realização de uma pré-venda reservada a clientes da empresa parceira do nosso adversário e do estádio onde o jogo será disputado.

Pedimos que a isonomia prometida seja respeitada. Fomos informados de que o reduzido número de ingressos disponibilizados para a pré-venda será descontado da carga cedida ao nosso adversário”

Fonte: Diário do Fla