Início Notícias Paixão de verdade: Vitor Pereira se declara para a torcida do Flamengo

Paixão de verdade: Vitor Pereira se declara para a torcida do Flamengo

Na noite deste domingo, o Flamengo mediu forças com a Portuguesa, em confronto válido pela primeira rodada do Campeonato Carioca. O Mais Queiro simplesmente não tomou conhecimento do time adversário, vencendo o confronto por 4 a 1. Além da estreia dos atletas titulares na temporada, o jogo ficou marcado pela estreia do técnico Vitor Pereira.

Vitor Pereira chegou a sua segunda semana de trabalhos no Flamengo. O treinador não teve tempo de fazer muita coisa e, por conta disso, colocou em campo o que tinha de melhor a sua disposição.

Mesmo se tratando de um jogo sem nenhuma rivalidade ou dificuldade técnica, cerca de 52 mil pessoas foram ver o Flamengo jogar. Em entrevista após o jogo, o técnico Vitor Pereira não perdeu a oportunidade de rasgar elogios aos torcedores Rubro-negros.

“Em relação à torcida, não sei o que dizer, 51 mil torcedores num domingo a tarde, com sol e praia para irem. Só mesmo com muita paixão. De fato, é uma torcida apaixonada”, afirmou o técnico Vitor Pereira.

O Flamengo entrou em campo com o objetivo de vencer o jogo para ganhar tranquilidade para os próximos jogos, onde o Rubro-negro terá uma grande final para dispitar, diante do Palmeiras. Em seguida, o Mais Querido irá viajar até o Marrocos para disputar o Mundial de Clubes.

VITOR PEREIRA FALOU SOBRE A SAÍDA DE JOÃO GOMES

O atleta João Gomes foi vendido pelo Flamengo para defender as cores o Wolverhampton, da Inglaterra. Na coletiva, o técnico falou que isso é uma questão par ser resolvida pelos dirigentes.

Um treinador é uma pessoa que precisa encontrar soluções, tentar encontrar soluções. A questão do João Gomes está entregue a diretoria, nossa estratégia estratégia e o que conversamos todos, não quero fugir da pergunta, mas é uma estratégia pensada por nós, e que não pode ser pública. Precisa ser nossa. Então peço desculpas mas é uma questão que está entregue a diretoria e precisa ser tratada dentro do clube”, disse o treinador.

Fonte: FlaHoje