Início Notícias "Estava quase fechado"; Flamengo deu 'chapéu' no Corinthians por craque acima da...

"Estava quase fechado"; Flamengo deu 'chapéu' no Corinthians por craque acima da média, diz Ronaldo

Durante entrevista ao podcast PodPah, o Fenômeno trouxe mais detalhes sobre a situação, que acabou envolvendo o Rubro-Negro

O Flamengo há alguns anos vem sendo considerado a principal equipe do país ao lado do Palmeiras, tanto que ambos estão sobrando nas competições e empilhando títulos, seja nacionais ou sul-americanos. Em 2022, por exemplo, os cariocas conquistaram a Libertadores e Copa do Brasil, enquanto os paulistas ergueram a taça do Campeonato Brasileiro.

 



 

Além da dupla, outra equipe que vem tentando “beslicar” alguma coisa é o Corinthians, mas ainda está longe de chegar no mesmo patamar, especialmente quando se trata da parte financeira. Neste ano, o Rubro-Negro enfrentou o time do Parque São Jorge por 6 vezes, sendo 4 em mata-mata, conseguindo um resultado positivo em ambas, sendo a última nos pênaltis.

 

 

No entanto, essa “rivalidade” contra o Timão é antiga, já que as equipes são tratadas como as 2 maiores torcidas do Brasil. Essa disputa acirrada segue até mesmo fora dos gramados, nas contratações, como ocorreu em uma situação contada por Ronaldo durante entrevista no podcast PodPah. Em 2011, Fenômeno quis levar Ronaldinho Gaúcho aos paulistas, mas Assis, empresário do craque, acabou fechando com o Mais Querido:

 

Foto: Jotta de Mattos/AGIF - Ronaldinho ia jogar no Corinthians, mas Assis optou pelo Flamengo.
Foto: Jotta de Mattos/AGIF – Ronaldinho ia jogar no Corinthians, mas Assis optou pelo Flamengo.

 

“A gente tentou muito o Ronaldinho gaúcho no Corinthians, mas o Assis (irmão e empresário do ex-jogador) me deu uma pernada. A gente tentou demais. Estava quase fechado, e o Assis foi e me deu uma pernada. Levou ele para o Flamengo, revelou o ex-camisa 9, que liderava algumas negociações no Alvinegro naquela época, seja com jogadores ou com patrocinadores.

 



 

Após essa revelação, Igão, um dos apresentadores do podcast, assumidamente corintiano, questionou: “Você não chegou a ligar?”. Ronaldo, então, respondeu: “Falamos. Estava tudo certo. Foi quando ele voltou para o Brasil… Era para dar continuidade, que eu ia parar e ele entrava”, concluiu o atual dono do Cruzeiro, revelando parte dos bastidores daquela negociação prolongada entre todas as partes.

Fonte: Bolavip