Início Notícias "Tenho ética": Auxiliar contraria Vítor Pereira e 'puxa bonde' para 'debandada' na...

"Tenho ética": Auxiliar contraria Vítor Pereira e 'puxa bonde' para 'debandada' na comissão técnica em ida para o Fla


Treinador português tem conversas avançadas para comandar a equipe Rubro-Negra em 2023

O Flamengo protagonizou a movimentação que mais agitou o mercado da bola no Brasil durante a Copa do Mundo do Catar. Com os clubes aproveitando a paralisação para planejar 2023, o Rubro-Negro provocou uma verdadeira reviravolta no futebol nacional, mexendo com as duas maiores torcidas do país.



O Fla avançou no final de semana anterior, para fechar a contratação do treinador Vítor Pereira. Com a repercussão das conversas entre o staff flamenguista e o técnico português, Dorival Jr. se desligou do Rubro-Negro. O comandante dos títulos da Libertadores e Copa do Brasil em 2022, ainda estava no cargo enquanto as negociações evoluíam. 

Vítor Pereira deve dirigir mesmo o Rubro-Negro em 2023. Porém, VP deve ter quatro baixas na comissão técnica. De acordo com o jornalista Carlos Cereto, quem comanda a ‘debandada’ é o auxiliar Filipe Almeida, que teria sido enfático sobre a situação: “Sou profissional,  mas tenho ética acima de tudo”. Além de Filipe, outros três profissionais teriam rechaçado a mudança:



“Informação: além de Filipe Almeida, os outros auxiliares , Antônio, Nédio e Bruno também estão contrariados com VP e não vão trabalhar no Flamengo. Só quem vai junto é o Luís Miguel, que é o cunhado. Filipe teria dito : sou profissional,  mas tenho ética acima de tudo”, cravou Cereto.

Fonte: Bolavip