Início Notícias "Ele é um cara muito bom"; Saka 'esquece' Arrascaeta e manda a...

"Ele é um cara muito bom"; Saka 'esquece' Arrascaeta e manda a real sobre outro craque do Flamengo

Ao ser questionado em entrevista, o inglês não pensou duas vezes antes de fazer elogios ao titular do Rubro-Negro

Fica evidente que o elenco do Flamengo é de extrema qualidade quando 4 jogadores são convocados por suas seleções para disputar a Copa do Mundo no Catar, casos de Arrascaeta, Varela, Everton Ribeiro e Pedro. Porém, nem só quem foi chamado desta vez que tem moral, até porque outros comprovaram que tem qualidade desde que chegaram na Gávea.

 



 

Essa situação pôde ser confirmada durante a entrevista de Saka, joia da Inglaterra, que vem fazendo um ótimo Mundial até aqui, conseguindo comprovar a aposta do treinador, já que vem brilhando também no Arsenal. O camisa 7, de apenas 21 anos, está desde a temporada 19/20 recebendo chances na equipe profissional, mas disse que recebeu uma ajuda especial nos bastidores.

 

 

Em recente entrevista ao canal LADbible TV, o atacante citou David Luiz, do Flamengo, como alguém fundamental no começo da sua carreira, já que ambos jogaram juntos nos Reds. Se não bastasse ter colocado o zagueiro como importante em sua ascensão, ainda fez elogios ligados à personalidade, de sempre buscar ajudar o próximo:

 

(Photo by Michael Regan/Getty Images) - David Luiz jogou com Saka no Arsenal.
(Photo by Michael Regan/Getty Images) – David Luiz jogou com Saka no Arsenal.

 

 “Eu tive muita ajuda de diferentes jogadores, mas eu diria que o maior impacto foi o David Luiz. Ele foi quem fez mais por mim pela minha carreira. Ir para para o time principal não é sempre a experiência mais fácil. Mas você pode dizer com relação de todos os jogadores jovens do Arsenal, que o David fez tanto pela gente. Ele sempre deu um jeito de fazer algo pela gente, dentro e fora de campo. Ele é um cara muito bom. Tem vários jogadores que me ajudaram, mas eu provavelmente diria o David, disse Saka.

 



 

Vale lembrar que o camisa 23 do Rubro-Negro ficou por cerca de 1 ano e meio no clube inglês, antes de acertar sua vinda ao Rio de Janeiro. Por lá, fez 73 jogos, com 4 gols e 1 assistência, mas pelo jeito ajudou bastante fora dos gramados também. Com Dorival Júnior, vinha sendo tratado como titular absoluto, mas isso deve seguir mesmo com Vítor Pereira.

Fonte: Bolavip