Início Notícias Mauro 'viaja no tempo' e lembra vezes que Fla sofreu processo inverso...

Mauro 'viaja no tempo' e lembra vezes que Fla sofreu processo inverso a Vítor Pereira: "A preço de banana"

Jornalista lembra Marcelinho, Djalminha, Paulo Nunes e outras crias do Rubro-Negro que saíram pelas ‘portas dos fundos’ da Gávea

A ida de Vítor Pereira ao Flamengo, ainda sem um anúncio oficial, está dando o que falar nas redes sociais. Além de ter treinado o Corinthians em 2022, a maneira como o técnico deixou o time paulista, para depois, supostamente, ir ao Rubro-Negro, é o que mais vem incomodando os alvinegros. Alegando questões familiares, o português pode alimentar ainda mais uma antiga rivalidade interestadual.

 



 

A lista de flamenguistas que foi para o Corinthians e outros, clubes paulistas, é grande. O comentarista Mauro Cezar recuperou uma lista com  algumas vezes que o time do Rio acabou perdendo importantes peças para os adversários de fora do estado. Segundo o jornalista, na maioria das vezes, o Rubro-Negro acabou cedendo esses profissionais por valores abaixo do esperado.  

“Marcelinho Carioca foi para o Corinthians. Leonardo e Júnior Baiano rumaram ao São Paulo. Djalminha, com uma ‘escala’ no Guarani, chegou ao Palmeiras, onde reencontrou Zinho, Marquinhos e Paulo Nunes, este após defender o Grêmio. Em comum esses sete jogadores tinham a origem rubro-negra. Todos começaram no Flamengo e foram muito mal negociados, em alguns casos ‘a preço de banana’. E, transferidos diretamente ou não, brilharam com camisas paulistas”, Escreveu Mauro Cezar.

Getty Images/Fotógrafo de plantilla – Marcelinho Carioca fez história no Corinthians

 

 

Enquanto a contratação do novo técnico ainda não é confirmada pelo Flamengo, a torcida do Mengão discute sobre a chegada de Vítor Pereira. Apesar de existir ainda uma divisão de opiniões sobre o profissional, a opinião mais defendida é quanto a maneira que Dorival Júnior deixou o Clube. A Nação, em sua grande maioria, alega falta de consideração ao trabalho que rendeu uma Libertadores e uma Copa do Brasil aos cariocas.



Fonte: Bolavip