Início Notícias "Cerca de R$ 12,6 milhões"; Flamengo perde patrocinador na camisa e "bolada"...

"Cerca de R$ 12,6 milhões"; Flamengo perde patrocinador na camisa e "bolada" vai embora


Time Rubro-Negro não vai renovar com patrocinador na manga para a próxima temporada 

O ano de 2022 não poderia ter sido melhor para o Flamengo. Sob o comando do técnico Dorival Júnior, o Mengão conquistou a Copa do Brasil e a Libertadores, dois grandes títulos em competições mata-mata. 

Além das conquistas no campo, os torcedores têm muito o que comemorar fora dele também. O Flamengo alcançará uma grande marca simbólica, o de não atrasar salário em uma década. Em 2014, o Clube viveu tempos ruins financeiramente e atrasou o pagamento em alguns dias em uma ocasião por causa de uma verba retida pelo Banco Central.

 

Porém, para 2023, a equipe teve uma baixa em um dos patrocinadores. A Havan, loja de departamentos, deixará de estampar a manga do uniforme rubro-negro. A parceira acontecia desde 2021.



O contrato inicial da empresa com o Flamengo era de R$ 6,3 milhões pelo espaço na manga, já nesta temporada, cerca de R$ 12,6 milhões foram investidos. O vínculo se encerra no dia 31 de dezembro de 2022. 



 

Confira a nota oficial da Havan explicando porque deixa de patrocinador o Flamengo: 

“Por conta do momento econômico e político que o Brasil vive, a Havan está revendo todos os seus investimentos para o próximo ano. Com isso, informa que, para 2023, não renovará o patrocínio com nenhum time esportivo, como Flamengo, Athletico Paranaense, Cascavel e Brusque. O contrato vigente com os clubes segue até o final, com encerramento em 31 de dezembro de 2022.

A Havan tem muito orgulho em ter participado da história dos times e acompanhado a evolução de cada um durante esse período em que permaneceu junto. Pela ótima relação que sempre manteve com os clubes, a Havan permanece de portas abertas para caso haja interesses mútuos futuramente.

Por fim, agradece a confiança e parceria construída durante todo o período junto às diretorias, atletas e torcidas dos times patrocinados e espera que todos entendam essa decisão no momento que o Brasil atravessa.”

Fonte: Bolavip