Início Notícias “É uma piada”; FERJ fica maluca e ‘manda’ Flamengo obedecer ordem inusitada...

“É uma piada”; FERJ fica maluca e ‘manda’ Flamengo obedecer ordem inusitada em 2023

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro cada dia consegue se superar mais no que diz respeito ao Cariocão

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) surpreende mais a cada dia. Responsável pela realização do Campeonato Carioca, a entidade máxima do futebol do RJ está com uma ordem pra lá de polêmica para a próxima temporada. Os alvos são os quatro grandes da Cidade Maravilhosa, mas principalmente quem gosta de esticar a pré-temporada com o time de cima; o Flamengo está avisado. 

A FERJ está mandando que, a partir da 3ª rodada do Cariocão, as equipes terão que colocar seus principais jogadores em campo. Caso contrário, correrão o risco de perderem o dinheiro relacionado a cota de TV, sendo que não se sabe onde o campeonato será transmitido. Uma multa ainda pode ser aplicada. 



O artigo 50 do regulamento do Campeonato Estadual diz o seguinte: “A associação que, sem justo motivo, assim reconhecido pelo DCO da FERJ, deixar de utilizar sua equipe considerada principal, após a 3ª Rodada da Taça Guanabara, perderá o valor correspondente a totalidade de sua cota fixa mínima de direito de transmissão do contrato coletivo”, destaca. 

Foto: Jorge Rodrigues/AGIF – Flamengo

“Caso já a tenha recebido ou não faça jus, pagará uma multa equivalente a cota mínima estabelecida para um dos clubes grandes aderentes, que será revertida em benefício dos demais clubes participantes do campeonato e signatários do contrato de transmissão coletiva”, acrescenta o regulamento proposto pela Federação. 



Equipes como Fla, Vasco e Botafogo haviam demonstrado interesse em lançar aos compromissos do Campeonato Carioca times alternativos, com status de “equipe B”, principalmente para dar um maior descanso aos profissionais. Mas a ‘prensa’ da FERJ não era esperada e está gerando muita repercussão na web, o que faz muitos torcedores acharem que a condução da competição é uma piada perante os requisitos inusitados. 

Fonte: Bolavip