Início Notícias “Voltei para o clube certo”

“Voltei para o clube certo”

Everton Cebolinha comemorando título da Libertadores pelo Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

COLUNA DO FLA: No último sábado (29), o Flamengo se sagrou campeão da Copa Libertadores da América após vencer o Athletico-PR por 1 a 0, em Guayaquil, no Equador. Agora, o Mais Querido entrou para a prateleira de brasileiros com mais títulos da competição, com três troféus. Para o atacante Everton Cebolinha, o Mengo fez por merecer a conquista do torneio continental diante do clube paranaense.

— Muito merecido. Falamos muito no vestiário de merecimento, que nós merecíamos esse título e trabalhamos para isso, para chegar aqui e fazer um grande jogo. Teve a expulsão (do Pedro Henrique), óbvio que condicionou o jogo de uma maneira diferente, mas creio que fizemos por merecer pela qualidade da nossa equipe e pelo trabalho que foi feito, disse o atacante, que também falou na zona mista sobre o momento que vive no Flamengo: “Sim, é um grande momento individual. Eu voltei da Europa, voltei para o clube certo”, completou.

Vale destacar que Everton Cebolinha não está entre as primeiras opções do técnico Dorival Júnior. Inclusive, o atacante começou a decisão contra o Athletico-PR no banco de reservas e entrou na reta final, aos 37 minutos do segundo tempo, no lugar de Gabigol. Ainda assim, o camisa 11 – 18 na Libertadores – conseguiu dar trabalha para a defesa paranaense.

Contratado em julho desde ano junto ao Benfica (POR) por 16 milhões de euros (R$ 85,6 milhões), Cebolinha ainda busca uma vaga no ataque titular do Flamengo. No entanto, a concorrência é forte no setor, que conta com Gabigol e Pedro, primeiras opções de Dorival Júnior, e ainda tem como alternativa Bruno Henrique. O camisa 27 sofreu uma lesão no joelho direito e só retorna aos gramados em 2023.

Agora, restando apenas mais quatro jogos para o Flamengo no ano, Everton Cebolinha começa a se preparar para 2023. O atacante terá a oportunidade de realizar uma pré-temporada com o elenco rubro-negro, algo que não foi possível em 2022. Isso porque, o jogador de 26 anos chegou ao Mengo em julho, metade do calendário no futebol brasileiro.