Início Notícias Dorival justifica atuação aquém do Fla em final: “Nervosismo”

Dorival justifica atuação aquém do Fla em final: “Nervosismo”

João Gomes e Thiago Heleno em Flamengo x Athletico-PR, na final da Libertadores – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: O Flamengo ganhou do Athletico-PR por 1 a 0 e se sagrou campeão da Libertadores da América de 2022. Porém, o Mengão não teve um desempenho de encher os olhos, na visão de boa parte da torcida, e Dorival Júnior explicou o motivo. Além disso, o técnico aproveitou para elogiar o trabalho de Luiz Felipe Scolari no clube paranaense.

— Colocamos o clube em uma condição que poucos acreditavam esse ano. Isso é fruto de muita dedicação de quem está lá dentro. A final tem um grau de nervosismo alto. Todos nós sentimos, como seres humanos. O importante foram as apresentações que tivemos ao longo da competição. Fizemos partidas consistentes, com amplo domínio. Depois da expulsão, logicamente, a partida tomou outro rumo. Mas enaltecer também o trabalho do Athletico, que foi vibrante e valorizou muito a nossa conquista, disse.

Além da Libertadores da América, o Flamengo de Dorival Júnior ganhou a Copa do Brasil neste mês de outubro. Apesar dos títulos, o Rubro-Negro carioca ainda não está de férias. O Fla tem mais quatro jogos para cumprir no Campeonato Brasileiro: contra Corinthians, Coritiba, Juventude e Avaí, nos dias 02/11, 06/11, 09/11 e 13/11, respectivamente.

O próximo embate do Flamengo, como visto acima, é contra o Corinthians, que foi vice-campeão da Copa do Brasil, perdendo nos pênaltis para o Mengão. O confronto será disputado nesta quarta-feira (02), às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. O Fla é o atual terceiro colocado no Brasileirão, com 61 pontos, e o time paulista ocupa a quinta posição, com 58.