Início Notícias ‘Nesse ano tivemos alegria logo no primeiro tempo e o time suportou...

‘Nesse ano tivemos alegria logo no primeiro tempo e o time suportou até o fim’, diz torcedora

Torcedoras-Flamengo
As amigas Carla (esquerda) e Camila (direita) comemorando o título do Mengão (Foto: Bruno Ourique)

Neste sábado, o Flamengo venceu o Athletico-PR por 1 a 0, no Estádio Monumental de Guayaquil, na grande decisão da Libertadores. Com gol de Gabigol, o Mais Querido conquistou o tricampeonato da América.

Em uma atuação que esteve longe de ser brilhante, o Mais Querido fez valer a qualidade do seu elenco, aproveitando o momento exato para marcar o seu gol e ter controle da partida contra o Furacão.

Para a publicitária, Camila Almeida, de 32 anos, o jogo foi muito tenso. A torcedora afirmou o sofrimento foi menor que em 2019, e completou dizendo que mesmo com mais um gol na decisão, Gabigol ainda está abaixo de Zico.

“Foi um jogo muito tenso, bem diferente de 2019 que fomos desacreditados o jogo inteiro. Nesse ano tivemos alegria logo no primeiro tempo, e foi duro aguentar todo o segundo tempo. O Gabigol entrou para história, mas ainda está em um patamar bem abaixo ao do Zico”, disse Camila.

A engenheira, Carla Nocolleti, de 36 anos, garantiu que o Flamengo poderia ter aproveitado melhor o segundo tempo da partida, mas que o importante foi o tricampeonato ter chegado para os rubro-negros.

“Comemorei muito o título e fiquei muito feliz. Achei o jogo meio morno, o Flamengo poderia ter aproveitado um pouco melhor o segundo tempo. Mas o importante é que saímos daqui campeões e é isso que importa”.


Fonte: Diário do Fla