Início Notícias Gabigol marca pela terceira vez em finais, e Flamengo é tricampeão da...

Gabigol marca pela terceira vez em finais, e Flamengo é tricampeão da Copa Libertadores da América


Mengão conquista a competição sul-americana pela terceira vez

 

 

 

 

Pela terceira vez, Gabigol marcou em uma final de Libertadores e o Flamengo chegou ao seu terceiro título da Conmebol Libertadores. A expulsão de Pedro Henrique no fim do primeiro tempo contribuiu para o fato do clube carioca poder encaminhar a sua classificação.

 

O Flamengo coroa o mês perfeito após conquistar a Copa do Brasil em cima do Corinthians!

 

A partida

 

O Athletico começou melhor com Vitor Roque chutando de fora da área mas a bola foi pra fora. Com os cariocas mais recudos, Fernandinho parecia que estava em todo espaço do campo.

Nos cinco minutos seguintes, o jogo ficou mais truncado. Aos oito: confusão na área, Vitor Roque chutou, mas a zaga tirou. Um minuto depois, Rodinei ganhou de Thiago Hleno, mas o campo acabaou

Aos dez, Alex Santana levantou o pé e Arrascaeta caiu, preocupando os flamenguistas, mas nada aconteceu. Aos 11, após lançamento David Luiz vacilou e Vitinho parou em Santos, logo na sequencoa após cobrança de lateral a bola sobrou para Alex Santana que chutou por cima do gol

 

O Flamengo ainda não tinha se achando na partida. Aos 15′, Filipe Luis sentiu dividida e preocupou. Ayrton Lucas começou a aquecer, o lateral flamengista tentou, mas não deu. Primeira substituição feita

 

Aos 27, Ayrton Lucas fez boa jogada, mas a bola terminou com a zaga parananese. Na seqeuência Pedro Henrique deu uma pegada por trás em Gabigol, o camisa 34 levou cartão amarelo. Arrascaeta cobrou na barreira. Aos 32, Rodinei, o mais participativo dos cariocas realiza cruzamento perigoso. Bento defendeu.

Aos 42, Alex Santana levou amarelo por puxar o calção de Éverto Ribeiro No lance seguinte, Pedro Henrique deu um carrinho perigoso em Ayrton Lucas e levou segundo amarelo. Consequentemente foi expulso e prejudicou totalmente o Furacão que vinha muito bem no jogo. 

Eis que chegava o ápice paa o Mengão. Aos 48 minutos após linda tabela entre Éverton Ribeiro e Rodinei, o camisa 7 não cruzou, mas passou para Gabigol que sozinho mandou para o gol. 1 a 0. Foi o terceiro gol do camisa 9 em finais de Libertadores.

O Flamengo voltou empolgado após o gol no fim do primeiro tempo. Logo aos quatro, Éverton Ribeiro cobrou escanteio com perigo mas Bento afastou a bola Aos 6, Gabigol saiu na cara de Bento, mas a bola caiu em sua direita. O goleiro do Furacão fechou bem o atacante e fez uma bela defesa

Éverton Ribeiro continuava com cobranças venenosas e assustando a defesa do Athletico. 

 

Aos 11, Canobbio entrou no lugar de Vitor Bueno e Rômulo no lugar de Vitinho. Aos 13, Éverton Ribeiro passou para João Gomes que carimbou zaga paranaense.

 

A partir dos 20 mins, o Athletico passou a sair mais e o Flamengo aguardando o contra ataque

 

Thiago Maia, que fez uma grande temporada pelo Mengão deu lugar para Arturo Vidal. Aos 27, Romulo tentou chegar nafrente de Leo Pereira, mas acabou pisando no zagueiro do Flamengo e levou amarelo

 

Aos 29, Vidal levou amarelo após entrada em Thiago Heleno Aos 30 Hugo Moura saiu e deu lugar pra Terans.

O Furacão não estava morto! Aos 36, Terans arriscou a Santos espalmou. Na sequencia, o Furacão pediu pênalti em uma possivel falta deAyrton Lucas em cima de Canobbio, mas o árbitro mandou seguir.

 

Cansados, Gabigol e Arrascaeta deixaram o campo para as entradas de Everton Cabolinha e Vitor Hugo. O Flamengo continuava a usar os espaços deixados pelo Furacão

 

Aos 40 mins, Terans bateu falta e Pablo cabaceou pra fora. Aos 45, o camisa 20 Terans bateu falta perigosa e Santos pegou.

 

Não adiantava mais. Nada tirava o terceiro título do Flamengo

 

 

Fonte: Bolavip