Início Notícias É tri! Confira a trajetória do Flamengo na Libertadores 2022

É tri! Confira a trajetória do Flamengo na Libertadores 2022

É tri! Confira a trajetória do Flamengo na Libertadores 2022
Foto: Gilvan de Souza/CRF

O Flamengo derrotou o Athletico-PR e venceu a Libertadores pela terceira vez em sua história. O Rubro-Negro conquistou a competição de forma invicta e, se considerarmos a forma em que o clube começou a competição, um título sem derrotas era longe do esperado.

A campanha, que começou com Paulo Sousa na fase de grupos, e terminou com Dorival Jr no mata-mata, teve altos e baixos. Confira abaixo a campanha do Mengão e a história de cada partida:

Sporting Cristal 0 x 2 Flamengo (Bruno Henrique e Matheuzinho)

Pressionado com o vice do Carioca, o Flamengo vivia fase conturbada antes da estreia na Libertadores. O técnico Paulo Sousa estava balançando, mas ainda com moral da torcida. Sem ter uma boa atuação, o Rubro-Negro conseguiu fazer o suficiente para vencer o Sporting Cristal e começou a competição com o pé direito.

Escalação: Hugo; Matheuzinho, Gustavo Henrique, David Luiz, Filipe Luís; Arão, Thiago Maia, Andreas e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabi

Flamengo 3 x 1 Talleres (Gabigol, Everton Ribeiro e Everton Ribeiro)

Com um pouco mais de confiança, o Flamengo enfrentou o Talleres na segunda rodada da fase de grupos e correspondeu bem. Apesar de ter sofrido defensivamente na partida, conseguiu criar chances de gol e transformá-las em gol. O meia Everton Ribeiro foi destaque com dois gols na vitória por 3 a 1.

Escalação: Santos; Arão, David Luiz e Filipe Luís; João Gomes, Thiago Maia, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Matheuzinho e Bruno Henrique; Gabigol

Católica 2 x 3 Flamengo (Gabigol, Gabigol e Lázaro)

Na terceira rodada da fase de grupos, o Flamengo encarou a Católica. No momento em que crescia com Paulo Sousa, o Rubro-Negro mais uma vez sofreu na defesa, mas conseguiu ir bem ofensivamente e conseguiu triunfo por 3 a 2.

Escalação: Santos; Arão, Pablo e Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Isla, Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabigol

Talleres 2 x 2 Flamengo (Arrascaeta e Pedro)

Na quarta rodada, o Flamengo encarou a partida mais difícil na fase de grupos. Contra o Talleres, fora de casa, o Rubro-Negro sofreu para arrancar o empate e manter a invencibilidade na competição. Destaque para Arrascaeta que marcou um belo gol e ajudou na partida.

Escalação: Santos; Isla, Pablo, David Luiz, Filipe Luís; Arão, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique; Gabigol

Flamengo 3 x 0 Católica (Arão, Everton Ribeiro e Pedro)

Na quinta rodada, contra a Católica, a situação era outra. Vindo de dois resultados ruins no Brasileirão e atuações fracas na Copa do Brasil, o Flamengo precisava dar uma resposta ao seu torcedor neste jogo. O Mais Querido jogou bem e conseguiu vencer o jogo por 3 a 0.

Escalação: Hugo; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Pablo, Ayrton Lucas; Arão, Andreas, Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique; Gabigol

Flamengo 2 x 1 Sporting Cristal (Johan Madrid contra e Pedro)

Com Paulo Sousa pressionado e já classificado na Libertadores, o flamengo entrou nesta partida com o time mesclado. A opção do treinador português deu certo para vencer a partida, mas a atuação não agradou os torcedores.

Escalação: Hugo; Isla, David Luiz, Pablo, Ayrton Lucas; João Gomes, Thiago Maia, Marinho e Lázaro; Pedro e Gabi

Tolima 0 x 1 Flamengo (Andreas) – Oitavas de Final

Já com Dorival Jr no comando, o Flamengo enfrentou o Tolima no jogo de ida das oitavas de final da competição. A atuação foi longe do esperado pelo treinador que tinha recém chegado, mas o resultado foi enorme pelas circunstâncias da partida.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Diego, Thiago Maia, Andreas; Everton Ribeiro, Arrascaeta e Gabigol

Flamengo 7 x 1 Tolima (Pedro, quatro vezes, Quinonez contra, Gabigol e Matheus França) – Oitavas de Final

O jogo da virada: Esta partida marcou a mudança na escalação do Flamengo e o onze inicial que Dorival encontrou. O losango formado pelo treinador deu certo e se iniciou neste confronto. O resultado de 7 a 1 refletiu a temporada do Mengão com dois títulos expressivos no ano. Destaque para Pedro que marcou quatro gols e se firmou no time titular.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Pedro e Gabigol

Corinthians 0 x 2 Flamengo (Arrascaeta e Gabigol) – Quartas de Final

Com Dorival mais consolidado no comando e a escalação do losango indo bem, o Flamengo teve atuação segura diante do clube paulista. Com golaços marcados por Arrascaeta e Gabigol, o Mais Querido praticamente encaminhou a vaga para a semifinal no jogo de ida.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Pedro e Gabigol

Flamengo 1 x 0 Corinthians (Pedro) – Quartas de Final

Em um jogo controlado do início ao fim pelo Fla, a equipe comandada por Dorival Jr conseguiu classificação para a semifinal com direito a gol de Pedro em bela jogada de Arrascaeta. Mais uma vez, Dorival escalou o time titular e saiu vencedor.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Pedro e Gabigol

Velez 0 x 4 Flamengo (Pedro, três vezes, e Everton Ribeiro) – Semifinal

Atuação de gala: Que o Flamengo era favorito diante do Velez, ninguém negava. Mas, a forma com que o Rubro-Negro venceu o time argentino, assustou. Com atuação de gala de Pedro, o Mais Querido goleou o Velez por 4 a 0 e praticamente se classificou para a final no jogo de ida.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Pedro e Gabigol

Flamengo 2 x 1 Velez (Pedro e Marinho) – Semifinal

Com a classificação encaminhada para a decisão, Dorival Jr optou por preservar alguns jogadores neste jogo. O time não teve boa atuação e até saiu atrás do placar, mas virou o jogo, garantiu a invencibilidade na competição e conseguiu vaga na grande final.

Escalação: Santos; Rodinei, Fabrício Bruno, Pablo, Filipe Luís, Vidal, João Gomes, Arrascaeta, Everton Ribeiro; Cebolinha e Pedro

Flamengo 1 x 0 Athletico-PR (Gabigol) – Final

Depois de um início de primeiro tempo ruim, o Flamengo melhorou no jogo e aproveitou a expulsão do jogador do Athletico. No fim da primeira etapa, Gabigol marcou o gol que deu o título da competição para o Mengão.

Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira, Filipe Luís; Thiago Maia, João Gomes, Everton Ribeiro, Arrascaeta; Pedro e Gabigol


Fonte: Diário do Fla