Início Notícias Dorival diz como ‘recuperou’ Léo Pereira: “Ninguém desaprende”

Dorival diz como ‘recuperou’ Léo Pereira: “Ninguém desaprende”

Léo Pereira em treino do Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

COLUNA DO FLA: O Flamengo decide neste sábado (29) a final da Libertadores diante do Athletico-PR. Sob o comando de Dorival Júnior, o Mais Querido subiu de produção e alcançou resultados positivos na temporada. Um dos pontos de destaque do treinador foi proporcionar a retomada da confiança de alguns atletas, como é o caso de Léo Pereira. O zagueiro antes contestado e que colecionava falhas, agora é o titular da posição, tendo atuações mais seguras dentro de campo.

— Jogador não desaprende. Foi isso que coloquei para o Léo e para outros jogadores. Procurei dar respaldo pra eles. O Léo voltou a ter equilíbrio. Jogador que demonstrou muita qualidade no Athletico e pode demonstrar aqui no Flamengo. Ele repensou tudo que estava acontecendo, passou a se entregar muito mais. E não só com ele, Rodinei, Thiago, Gustavo Henrique. E a contribuição que cada um deu foi decisiva para chegarmos a duas finais. Agora espero que estejamos bem preparados pra fazer um grande jogo — destacou Dorival Júnior, em entrevista coletiva.

Principalmente após a chegada de Dorival Júnior, como dito, Léo Pereira se consolidou na zaga do Flamengo. O defensor faz parte do ‘time das copas’ do Mais Querido, o plantel que disputa os jogos de mata-mata. À disposição da equipe, o zagueiro entrará em campo no confronto de logo mais e pode chegar ao primeiro título de Libertadores da carreira.

De olho na decisão e já projetando o confronto, Dorival Júnior ressaltou a maturidade do Flamengo após a conquista da Copa do Brasil, em cima do Corinthians: “Eu acho que lições sempre ficam, tanto em vitórias ou derrotas. Temos que buscá-las a todo momento. Não podemos estar adormecidos. Foi um momento difícil em que suportamos bem 60 minutos com o Corinthians e depois disso tivemos uma queda. E botamos em risco aquele resultado, tínhamos consciência de que poderia acontecer. Mesmo assim a equipe teve resiliência de poder sustentar aquela situação”, disse o treinador.

A disputa final da Libertadores acontece neste sábado (29), em jogo único entre Flamengo e Athletico-PR. Os rubro-negros se enfrentam às 17h (horário de Brasília) no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, no Equador.