Início Notícias COMEMORA, NAÇÃO! O FLAMENGO É TRICAMPEÃO DA LIBERTADORES!!!

COMEMORA, NAÇÃO! O FLAMENGO É TRICAMPEÃO DA LIBERTADORES!!!

Jogadores-Flamengo
(Foto: Marcelo Cortes)

Neste sábado, o Flamengo venceu o Ahtletico-PR por 1 a 0, no Estádio Monumental de Guayaquil, pela decisão da Libertadores. Com gol de Gabigol, o Mais Querido conquistou o tricampeonato da América, escrevendo ainda mais o nome dessa geração na história do clube.

Na primeira etapa, o jogo começou muito truncado. Com o esquema escolhido por Luiz Felipe Scolari, a equipe do Flamengo custou para encontrar os caminhos para encaixar o seu jogo. As primeiras oportunidades de perigo foram do Furacão, na segunda metada do primeiro tempo, o Flamengo conseguiu encaixar alguns passes e criar suas jogadas. O experiente Filipe Luís deixou o campo lesionado, Ayrton Lucas entrou e deu mais velocidade na ponta, em uma jogada de explosão, o jogador foi derrubado por Pedro Henrique que tomou o segundo amarelo e foi expulso.

A partir da expulsão, o Flamengo que tinha dificuldades de encontrar os espaços teve mais a bola nos eu campo de ataque e começou a construir as jogadas. Com um pedido de Dorival Júnior, Everton Ribeiro circulou mais pelo campo, e no fim do primeiro tempo em uma tabela com Rodinei cruzou para Gabigol completar para o fundo das redes e abrir o marcador para o Flamengo, na decisão. Com esse gol, o Mais Querido foi para o intevalo com a vantagem no marcador.

Na segunda etapa, com um jogador a mais, o Flamengo começou pressionando desde o início. Everton Ribeiro e Arrascaeta tiveram mais a bola para articular o jogo do Mais Querido, o Athletico-PR tentava explorar os contra-ataques. Entendendo a superioridade inicial, Dorival aconselhou os seus jogadores a rodarem mais a bola, explorando os espaços deixados pelo adversário.

O panorama do jogo se tornou o Athletico-PR se lançando mais para o ataque, buscando o gol, enquanto o Flamengo aproveitava a posse de bola para rodar e impor o seu estilo de jogo. Arrascaeta e Everton Ribeiro conseguiram ter a bola para construir as jogadas do Mengão.

O jogo continuou muito disputado até o fim da partida, o Athetico-PR buscou mais o ataque, enquanto o Flamengo se defendia e explorava a experiência dos seus jogadores para conseguir segurar o resultado e conquistar o tricampeonato da América.


Fonte: Diário do Fla