Início Notícias O desespero de falarem que o Flamengo ganhou roubado

O desespero de falarem que o Flamengo ganhou roubado

Gabigol, do Flamengo, rindo – Foto: Staff Images

BLOG DO MAURO CEZAR PEREIRA: O Flamengo cometeu muitos erros no passado. Assim, não incomodava. Hoje ainda os comete, mas adquiriu tamanho poderio a partir da boa gestão, que um “ano perdido” como o de 2022 se transforma, em poucos meses, numa temporada de título importante. Que poderá ir para o plural, títulos!

Então atacar o clube desesperadamente é a alternativa de quem se incomoda com o despertar rubro-negro. Os erros de arbitragem contra o time carioca são quase ignorados, mas quando há a menor polêmica no sentido inverso… Surge um festival de busca por engajamento, com narrativas tão fantasiosas.

“Assalto a mão armada”, “Deus proteja o Athletico”, “o Flamengo (deve) vir a público dizendo que foi um absurdo a decisão de árbitro e VAR”, entre outras frases de pretenso efeito. Que devem atrair alguns rancorosos seguidores e audiência. Mas não reduzirão a diferença entre os times favoritos de quem vocifera essas coisas e os rubro-negros. E ela claramente não tem relação com o apito, mas com a administração.

Estamos nos referindo a uma ala que critica a consequência, ver um clube gigantesco (que detestam) acordar e mostrar poderio, enquanto suas amadas cores seguem amarradas ao velho modus operandi. O mesmo que funcionou como uma âncora no Flamengo por décadas.

A origem do problema, embutida nesses clubes com dificuldades para competir, eles ignoram. Fazem vistas grossas para o endividamento sem fim, contratações sem recursos para tal, doping financeiro etc. Afinal, tocar nesses assuntos faz perder seguidores, não gera audiência na claque.