Início Notícias Dorival revela que 4 jogadores jogaram final no sacrifício

Dorival revela que 4 jogadores jogaram final no sacrifício

Pedro beijando escudo do Flamengo – Foto: Staff Images

COLUNA DO FLA: O Flamengo entrou em campo neste sábado (22) e derrotou o América-MG por 2 a 1, pela 33ª rodada do Brasileirão. Na coletiva de imprensa depois da vitória em Belo Horizonte, o treinador Dorival Júnior abriu o jogo sobre a situação física de três jogadores. O comandante ainda revelou incômodo do atacante Pedro.

— Tínhamos quatro jogadores que eram problemas (físicos). Os caras foram muito profissionais, homens, com dedicação completa para terem entrado em campo. Se vocês tivessem visto a perna do Vidal, vocês veriam e comprovariam aquilo que estou falando. Thiago Maia com inchaço no joelho. O Arrascaeta com problema que já sequencia há praticamente dois meses, complicando muito o dia a dia do atleta, inclusive o processo de recuperação — analisou Dorival Júnior, antes de falar sobre Pedro e projetar recuperação do quarteto.

— Também o Pedro, que tinha um incômodo. Tínhamos quatro jogadores, clinicamente falando, muito abaixo de suas condições. Isso foi um complicador para a gente dentro da partida. Acredito que três jogadores estarão totalmente recuperados. Esperamos, inclusive, que eles possam estar, mais tardar, na terça-feira (25), já integrados totalmente e buscando os trabalhos complementares, e que finalizarão nossa preparação para o jogo contra o Santos — finalizou Dorival.

Todo o quarteto entrou em campo “no sacrifício” para buscar o título da Copa do Brasil, contra o Corinthians, na quarta-feira (19). Na sexta-feira (21), inclusive, Thiago Maia e Arturo Vidal passaram por exames no Ninho do Urubu. O volante brasileiro não teve lesão constatada, mas uma inflamação no joelho foi vista. Já o chileno passou por uma drenagem na região do tornozelo, após acúmulo de líquido excessivo.

O caso de Arrascaeta já faz parte da rotina do Flamengo há cerca de dois meses. O uruguaio é alvo de um tratamento específico do departamento médico em relação a dores no púbis que o meia sofre. Enquanto isso, o incômodo de Pedro é recente, porém não preocupa para a final da Libertadores.