Início Notícias Preleção antes de título do Flamengo na Copa do Brasil

Preleção antes de título do Flamengo na Copa do Brasil

Foto: Reprodução

LANCE: Campeão da Copa do Brasil na última quarta-feira, o Flamengo teve o vestiário “inflamado” por discursos e homenagens antes dos jogadores subir ao gramado do Maracanã, onde venceu, nos pênaltis, o Corinthians. As situações difíceis vividas por Rodrigo Caio, Bruno Henrique e Arturo Vidal na temporada deram o tom das palavras.

– Reconhecimento da nossa parte. Em relação a um amigo que está aqui (apontando para Vidal), passando por um momento complicado e aqui com a gente. Outro exemplo aqui (Rodrigo Caio). E outro, o Bruno (Henrique). Com todo respeito, vamos dar a vida por estes caras. Vambora, hein?!, afirmou Dorival Júnior aos seus jogadores.



Os discursos foram registrados pela FlaTV+, nos bastidores do jogo de quarta. Rodrigo Caio e Bruno Henrique, dos dois principais nomes do elenco, sofreram lesões sérias e passaram por cirurgias em 2022, e só têm retornos previstos para 2023. Já o chileno Vidal perdeu o pai na última semana, recebendo a notícia na manhã do jogo de ida contra o Corinthians. Mesmo assim, o camisa 32 optou disputar a partida.

Na preleção, Rodrigo Caio teve a palavra. Confira o que o zagueiro disse:

– Só eu sei tudo que eu passei, tudo que eu vivi nesses cinco meses. Mas em nenhum momento, nenhum momento, eu desisti. Sabe por quê? Para estar aqui com vocês. Isso aqui para mim é tudo. Acima de tudo, vamos entrar lá dentro e vamos fazer o que a gente sabe. Alegria, cara. Alegria para jogar. Se divertir mesmo. Se divertir para jogar porque é isso que a gente quer e que a gente merece porque esse time é bom para caralh*.

Marcos Braz, vice-presidente de futebol, também falou sobre.

– Vou fechar a roda com todo mundo que está dentro do vestiário, todo mundo que está dentro do clube lá, todo mundo que está no dia a dia do CT. Vamos ajudar porque ele (Rodrigo Caio) merece também. É um presente para gente, mas tem que jogar pelo Rodrigo Caio aqui. É um cara que ajudou para caralh*, está aqui há três anos ganhando tudo, ganhando a porr* toda! E a gente tem que ajudar ele também, tem que jogar por ele também!

Logo em seguida, Diego Ribas pediu que o time entrasse em campo com personalidade e atitude para derrotar o Corinthians:

–  Personalidade para ser quem nós somos, quando a gente faz, como a gente faz nos momentos decisivos. Vamos fazer hoje de novo, pontuou o camisa 10.

Por fim, Gabigol tratou de deixar uma palavra de reflexão. Conforme dito pelo artilheiro, o Mengão poderia alternar momentos de pressão e ser pressionado. Ou seja, literalmente o que aconteceu no confronto.

– A gente está preparado para todos os momentos do jogo. Se tiver que pressionar, a gente vai pressionar. Em qualquer momento dentro do jogo, a gente está pronto para ter a bola, para não te a bola, a gente tem que ser frio, um time frio. Vamos do nosso jeito, confirmação do que a gente sempre fez nos treinos, agora vamos, todo mundo junto, finalizou.