Início Notícias “Eu tinha certeza que voltaria ao Fla ser campeão”, diz Dorival

“Eu tinha certeza que voltaria ao Fla ser campeão”, diz Dorival

Thiago Maia, Dorival Jr, Marinho e Everton Ribeiro comemorando título de campeão da Copa do Brasil 2022 – Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

COLUNA DO FLA: O Flamengo alcançou o tetracampeonato da Copa do Brasil em final contra o Corinthians, na última quarta-feira (19). O troféu veio após disputa nos pênaltis, já que no tempo regulamentar a partida terminou em 1 a 1. Um dos grandes responsáveis pela conquista rubro-negra, o técnico Dorival Júnior declarou em coletiva pós-jogo o desejo de voltar ao Mais Querido para lutar por títulos, há dois anos.

— A minha irmã até me mandou mensagem, que há dois anos e meio eu estava na casa dela em Florianópolis e falei que voltaria um dia ao Flamengo para conquistar alguma coisa. Eu tinha uma certeza comigo, não sabia que seria esse ano e, de repente, apareceu a oportunidade. Não pensei duas vezes, pela primeira vez na minha carreira ouvi meu coração — declarou o treinador, antes de continuar:

— Não era uma situação fácil, as pessoas começavam a não verem soluções e começamos a fortalecer o ambiente quando chegamos, respaldados pela diretoria e todos no centro de treinamento. Começamos a fazer alterações internas e tentar propor soluções que foram aceitas pelos jogadores. Sentimos que a equipe começou a melhorar, a jogar de uma maneira que satisfazia a todos do grupo, com todos participando ativamente. Esse ambiente fortaleceu o grupo e, quando vencemos o Atlético-MG, falei a eles que chegaríamos à final — decretou Dorival.

O atual técnico do Flamengo teve sua primeira passagem pelo clube em 2012, que durou cerca de um ano. Dorival dirigiu o time em 36 jogos, somando 15 vitórias, 11 empates e dez derrotas. O aproveitamento foi de 51,8%. Já a segunda vez que o comandante esteve à frente da equipe rubro-negra foi há quatro anos, em 2018. Na ocasião, o treinador dirigiu o Fla em apenas 12 partidas, acumulando sete triunfos, três empates e dois revés, obtendo rendimento de 66,7%.

Dorival, assim, esperava voltar ao Flamengo para terminar o trabalho que havia começado há dez anos. O treinador tem contrato com o Rubro-Negro até dezembro deste ano, e não há informações sobre possível renovação. Independente disso, o comandante de 60 anos declarou que está conseguindo concretizar o que desejava algum tempo atrás.

— Por merecimento estamos vivenciando um momento importantíssimo, e fico feliz por estar confirmando o que pensei lá atrás. Não foi uma vinda casual, uma vinda para eu resgatar tudo que gostaria de ter feito. De 2012 para 2013 ajudei a montar a equipe que foi campeã da Copa do Brasil com o Jayme, em 2018 saímos de sétimo para segundo para disputar a Libertadores. Sabia que estava guardado ali — confessou o treinador do Flamengo.

‘Virando a chave’ da competição, Dorival Júnior tem outro desafio para, quem sabe, sagrar-se campeão de mais um torneio pelo Flamengo. Daqui a nove dias, a equipe rubro-negra tem compromisso contra o Athletico-PR, pela final da Libertadores, no dia 29 de outubro (sábado). A disputa do torneio continental tem início às 17h (horário de Brasília), no Estádio Monumental Isidro Romero Carbo, em Guayaquil, no Equador.