Início Notícias “O que eu vivi…”; Rodinei relembra sobre o seu passado no Flamengo...

“O que eu vivi…”; Rodinei relembra sobre o seu passado no Flamengo ao comentar gol do tetra Rubro-Negro e desabafa

Rodinei tem contrato com o Flamengo até o final do ano e ainda não renovou seu contrato; jogador lembrou um pouco dobre o seu passado na equipe carioca 

O Flamengo é o mais novo campeão da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (19), o Mais Querido fez o seu torcedor sofrer no Maracanã, mas nos pênaltis, voltou a vencer o torneio mais democrático do país. Após abrir o placar com Pedro, o Rubro-Negro acabou não só perdendo mais chances de ampliar como também não conseguiu mais apresentar o mesmo futebol na reta final da partida. Com isso, o Corinthians, o grande rival dessa decisão, nos minutos finais da partida, conseguiu o empate com Giuliano, que deu números finais no tempo normal. Assim a decisão foi parar na marca da cal. 

O drama não parou por aí. Depois de Fábio Santos converter o primeiro pênalti, Filipe Luís acabou parando em Cássio. Para piorar, Giuliano e Renato Augusto mantiveram o Timão a frente do placar, mesmo com David Luiz e Léo Pereira convertendo as penalidades para o Fla. O alívio só veio quando Fagner errou a quarta cobrança e Everton Ribeiro empatou a disputa. Yuri Alberto, Gabigol, Maycon e Cebolinha deram mais emoção nas alternadas. Porém, o ponto final aconteceu logo na série seguinte. 

 



 

 
 

Por incrível que pareça, os dois atletas que foram para marca da cal são bastante questionados pelas duas maiores torcidas do Brasil. Matheus Vital pelo lado dos paulistas e Rodinei pelos cariocas. Levou a melhor o camisa 22 do Rubro-Negro, que tem contrato até o final do ano e ainda não sabe se continuará na Gávea. Após marcar o gol do título, o lateral-direito desabafou e afirmou o tanto que sofreu nesses últimos meses e comemorou não só a conquista da competição, mas também o êxito que teve na batida diante do goleiro Cássio. 

 

Rodinei converteu o pênalti que deu o título ao Flamengo na Copa do Brasil. Foto: Alexandre Vidal

 

 

“A gente pensa que é fácil essa caminhada até a bola, ainda mais com o Cássio, um dos melhores goleiros do Brasil. Acredito muito no trabalho, o que vivi sete anos nesse clube não foi fácil. Muita desconfiança, muitas críticas, mas soube levar com naturalidade e sabia que só o trabalho mudaria isso. Não é fácil um jogador ficar num clube tanto tempo, hoje foi um dia que o papai do céu reservou pra mim”, disse Rodinei que concluiu. 

 



 

” Nosso time mereceu, um jogo dificílimo, mas a nação merece. Quando fiz o gol não sabia o que fazer, corri pra torcida. Vamos comemorar hoje e amanhã e depois vamos pensar na final da Libertadores”, acrescentou o lateral.

Fonte: Bolavip