Início Notícias Mauro diz que Flamengo precisa chamar Dorival pra conversar

Mauro diz que Flamengo precisa chamar Dorival pra conversar

Dorival Jr, técnico do Flamengo – Foto: Paula Reis

LANCE: O Flamengo foi campeão, mas o empate do Corinthians no Maracanã, durante a final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, revoltou o comentarista Mauro Cezar. O jornalista teceu diversas críticas sobre o comportamento do time comandado por Dorival Júnior, que claramente recuou após abrir o placar ainda no início do jogo, com o atacante Pedro. No entanto, Giuliano igualou na segunda etapa e Mauro expôs sua inconformidade com a postura rubro-negra.

– Atuação do Flamengo é simplesmente ridícula. Apenas 34% de posse de bola no segundo tempo, sem conseguir afastar o Corinthians de sua área – disse Mauro em sua conta no “Twitter”.

– O empate do Corinthians não apenas é justo como trata-se de uma obviedade. E a chance de virada é boa, desde que não mude a postura – disparou o jornalista após o gol do Corinthians.

Não foi a primeira vez que Mauro criticou a equipe durante a noite, já que no intervalo a postura do Flamengo já o incomodava. Além de Dorival Júnior, as críticas sobraram também para o lateral Rodinei e o atacante Gabigol, este pelo número de impedimentos.

Flamengo terminou o primeiro tempo com apenas 44% de posse de bola e uma só finalização certa. Atuação boa por dez minutos, depois, time de Dorival Júnior apenas chamou o Corinthians para seu campo e resolveu tentar viver perigosamente – criticou.

Após a definição do título e a conquista por parte do Flamengo, Mauro não perdoou e voltou ao ataque. O comentarista criticou fortemente a postura do time mais uma vez e a creditou ao técnico Dorival Júnior, exigindo uma cobrança do vice de futebol do Fla, Marcos Braz.

– Obrigação de Marcos Braz amanhã é chamar Dorival, fazer uma pergunta (“que p… foi aquela?”) e dar uma ordem de chefe: “nunca mais faça aquilo, isso aqui é Flamengo” – disparou o jornalista.

Por fim, Mauro voltou a pedir que Dorival fosse questionado pela postura adotada pelo time na final contra o Corinthians.

– Hoje, o rubro-negro comemora. Ok. Mas amanhã, alguém deveria chamar o Dorival e perguntar: “que p… foi aquela?” – finalizou Mauro.

O Flamengo bateu o Corinthians na disputa por pênaltis, com direito a cobrança decisiva de Rodinei, após erros de Fagner e Mateus Vital. Com isso, o Rubro-Negro conquistou seu quarto título da Copa do Brasil.