Início Notícias Arrascaeta marcou gol nas duas finais de Copa do Brasil

Arrascaeta marcou gol nas duas finais de Copa do Brasil

Arrascaeta comemorando gol pelo Cruzeiro contra o Corinthians – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: Giorgian De Arrascaeta é um dos melhores jogadores do Flamengo desde que foi contratado, em 2019. Multicampeão no clube carioca, ainda falta um título nacional para o atleta com a camisa rubro-negra: Copa do Brasil. O uruguaio, contudo, já ganhou o torneio eliminatório em duas oportunidades, quando atuava no Cruzeiro. Curiosamente, ele foi protagonista nas finais, justamente contra Fla e Corinthians, em 2017 e 2018, respectivamente, marcando gol nas duas decisões.

Em 2017, Flamengo e Cruzeiro protagonizaram a final da Copa do Brasil. No confronto de ida, em um Maracanã com cerca de 70 mil pessoas, Lucas Paquetá abriu o placar aos 31 minutos do segundo tempo. Logo depois disso, Mano Menezes, técnico do time mineiro naquela oportunidade, chamou De Arrascaeta, que entrou no lugar de Thiago Neves, aos 35′ da segunda etapa.

Não demorou muito para Arrascaeta mostrar do que é capaz e o quão é decisivo. Aos 39 minutos do segundo tempo, o uruguaio chamou a responsabilidade, iniciou a jogada, correu para a área e aproveitou o rebote do goleiro flamenguista Thiago em chute de Hudson: 1 a 1, e a decisão ficou para o Mineirão. O segundo confronto entre as equipes terminou empatado em 0 a 0, e o Cruzeiro levou a taça nos pênaltis.

Um ano depois, agora em 2018, foi a vez de De Arrascaeta ser carrasco do Corinthians. Na final da Copa do Brasil daquele ano, o meia já era um dos principais atletas da equipe. Não à toa, o clube mineiro investiu cerca de R$ 60 mil em voo fretado para tê-lo na decisão do torneio eliminatório, pois o uruguaio havia ido atuar em dois amistosos da Seleção do Uruguai.

Mesmo o Cruzeiro tendo vencido o Corinthians por 1 a 0 no Mineirão, o clube mineiro decidiu fazer todo o esforço citado para tê-lo no segundo confronto da final da Copa do Brasil. E deu certo. Com o placar apontando 1 a 1 em Itaquera, Mano Menezes colocou o jogador na vaga de Rafinha aos 22′ do segundo tempo, e 15 minutos depois o viu arrancar em contra-ataque para tocar de cavadinha na saída de Cássio, confirmando o sexto título do clube na competição.

Agora, Arrascaeta defende o Flamengo, mas pode continuar como carrasco do Corinthians, de preferência – para torcida do Fla – marcando gol. O uruguaio luta, assim, para conquistar o terceiro troféu da Copa do Brasil na carreira, sendo protagonista nos três. A primeira partida da final ficou no 0 a 0. O segundo confronto entre os times está marcado para as 21h45 (horário de Brasília) desta quarta-feira (19), no Maracanã.