Início Notícias Ídolo campeão da Copa do Brasil com o Fla explica o que...

Ídolo campeão da Copa do Brasil com o Fla explica o que Dorival fez para superar Paulo Sousa: "Ele não conseguiu…"

Treinador que já ganhou a competição pelo Rubro-Negro entrega qualidades de atual comandante

O que muitos flamenguistas estão se perguntando no momento é o que o Rubro-Negro deve fazer para ganhar do Corinthians nesta quarta-feira (19), na decisão da Copa do Brasil. Apesar da resposta só vir com a bola rolando, a Nação tem os últimos meses da temporada como fonte de análise. O time treinado por Dorival Júnior ganhou outra personalidade, principalmente após a demissão do português Paulo Sousa. Quem defende isso é um velho conhecido da Gávea.

 



Jayme de Almeida virou técnico do Flamengo em 2013, quando Mano Menezes pediu para deixar o Clube. O treinador interino liderou o Rubro-Negro na campanha do tricampeonato da Copa do Brasil, competição essa que pode voltar a ser celebrada pelos torcedores do Mais Querido. Segundo Jayme, o que Dorival fez em 2022 que mais ajudou a equipe foi colocar os atletas para jogarem nas posições onde são melhores.

“O que ele fez, que foi primordial, foi dar uma acalmada no elenco. Colocou onde os jogadores sabiam jogar. O Everton Ribeiro estava sendo prejudicado pelas mudanças, estava jogando de lateral-esquerdo, um cara com potencial de Copa do Mundo pela direita, onde vinha muito bem”, analisa Jayme de Almeida.

Agif/Ruano Carneiro – Jayme de Almeida foi campeão em 2013

O campeão da Copa do Brasil de 2013 cita o antigo treinador, o português Paulo Sousa. Segundo Jayme, o último técnico do Flamengo perdeu a conexão com os jogadores do elenco, o que ficou nítido durante as partidas do time. Um dos exemplos da mudança, além de Everton Ribeiro, foi a escalação de Diego Alves nos primeiros jogos de Dorival comando o Rubro-Negro nesta temporada.



“O ambiente não estava legal, e o Dorival, com a experiência dele, fez o mais simples. Sem inventar um novo futebol, o Flamengo deu uma crescida impressionante. Tenho nada contra o português, o Paulo Sousa, mas ele não conseguiu ter uma liga com o elenco. Isso a gente via na forma do time jogar”, complementa o campeão da Copa do Brasil.

Fonte: Bolavip