Início Notícias Cebolinha acena, enfim, por briga no time titular do Flamengo

Cebolinha acena, enfim, por briga no time titular do Flamengo

Everton Cebolinha comemorando gol pelo Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

O GLOBO: Por Diogo Dantas

Everton Cebolinha está no ponto para ajudar o Flamengo nas finais até o fim do ano e passar de reserva de luxo a um dos candidatos a vaga no time titular. Depois de uma adaptação pela falta de jogos no Benfica, o atacante enfim conseguiu unir o melhor desempenho físico com o que lhe faltava desde que chegou ao clube: gols diante da torcida. A “estreia” ocorreu no Maracanã, contra o Atlético-MG, em jogo que antecede a decisão contra o Corinthians.

Na quarta-feira, pela Copa do Brasil, o técnico Dorival Júnior terá em Cebolinha a primeira opção para furar o bloqueio adversário no decorrer da partida. A comissão técnica tem aliado um trabalho físico com o jogador a uma estratégia de usá-lo como titular no Brasileiro, mas a sequência que poderia dar mais ritmo também aumentaria o risco de lesões.

— Acho que vem acontecendo gradativamente. Lógico que a gente sempre quer resultado imediato. Às vezes, nós da comissão técnica queremos que o jogador plugue, já ligue e vai embora, mas nem sempre acontece isso — disse Dorival, que projetou o crescimento na reta final.

— Não tenho dúvidas de que vai evoluir muito. Não vinha atuando muito no clube anterior. Está resgatando o seu melhor momento e pode fazer a diferença. Não tenho receio de afirmar que talvez no final do ano tenhamos o Everton nas suas melhores condições — afirmou.



Desde que chegou ao Flamengo, Everton, que custou 16 milhões de euros ao Benfica, de Portugal, deu três assistências e fez dois gols em 23 partidas. Destas, foi titular uma vez na Libertadores e nove no Brasileirão. O rendimento não o fez brigar em nenhum momento pela titularidade mesmo com a ausência de Bruno Henrique, lesionado, pela esquerda. O que pode começar a mudar a partir de agora.