Início Notícias Sede da final da Libertadores, Guayaquil passa por terremoto

Sede da final da Libertadores, Guayaquil passa por terremoto

Foto: Divulgação

UOL: A cidade de Guayaquil, no Equador, sede da final da Copa Libertadores, passou por um susto, já que na madrugada de sexta-feira para sábado (15) a cidade passou por um terremoto. O tremor de magnitude 5,1 foi sentido na costa do Equador. O Instituto Geofísico (IG) do país informou que o abalo tinha uma profundidade de 40,34 km e ocorreu a 7,88 km de Guayaquil.

De acordo com o jornal do Equador El Universo, diversos moradores de Guayaquil deixaram suas casas de madrugada por conta do forte abalo sentido. Segundo relatório divulgado pelo IG na manhã deste sábado, o evento está relacionado a uma fratura da placa oceânica sob o continente.

Foto: Reprodução

Cabe destacar que Guayaquil conta com outros problemas que dificultam a final da Libertadores ser realizada no local. A cidade equatoriana, recentemente, viu os números de assassinatos dispararem e aumentar cerca de 136% na região onde acontecerá a finalíssima.

Além disso, fatores como baixa quantidade de hospedagem e voos com escalas em outras localidades, são fatores que “afastam” os torcedores. Tanto é que os 55 mil lugares do Estádio Monumental de Guayaquil, palco da decisão, não estão nem perto de serem preenchidos. Do lado flamenguista são esperados 10 a 15 mil adeptos, e do athleticano a situação é ainda pior, já que até agora cerca de mil ingressos foram adquiridos pelos paranaenses.

Durante está semana, o presidente da Conmebol, Alejandro Domínguez, se encontrou com presidente do Equador, Guillermo Lasso, para finalizar ajustes da final e diminuir os rumores sobre uma possível mudança de local na decisão da Libertadores.

Mesmo diante das dificuldades, Guayaquil vai receber Flamengo e Athletico-PR, na grande decisão da Libertadores. Os times medirão forças no torneio mais cobiçado do continente, no dia 29 de outubro, a partir das 17h (horário de Brasília). O Mengo busca a “Glória Eterna” pela terceira vez na história e disputa o título em jogo único contra os paranaenses.