Início Notícias ''Dessa última vez agora eu estava livre"; Renato Augusto manda a real...

''Dessa última vez agora eu estava livre"; Renato Augusto manda a real sobre 'vacilo' que o afastou de retornar ao Flamengo

Meio-campista, que se tornou ídolo no Parque São Jorge, não ficou em cima do muro ao falar do Rubro-Negro, adversário da Copa do Brasil

Depois de muita espera, enfim chegou o grande dia que todos esperavam: a final da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians, que será disputada primeiramente na Neo Química Arena. Esse encontro das duas maiores torcidas do Brasil promete ser bem quente, com clima de revanche, especialmente após o duelo recente pela Libertadores.

 



 

Não restam dúvidas que vão ter craques dos dois lados, trazendo expectativa aos torcedores, que desejam ao máximo ver o time de coração levantando uma taça importante. No Rubro-Negro, muitos esperam uma grande atuação de Pedro e Arrascaeta, que costumam decidir e crescer em jogos importantes, brilhando com gols e assistências.

 

 

No caso do Alvinegro, além de Guedes e Yuri, uma peça é quem mais pode fazer a diferença: Renato Augusto. O camisa 8, no entanto, poderia estar vestindo a camisa adversária, segundo revelou em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br: ”Quando eu vim para o Corinthians pela primeira vez em 2013, na época teve uma troca de presidência, não lembro direito, acabou não acontecendo e apareceu o Corinthians. Então eu optei pelo Corinthians. Em 2014 começou um assunto de que eu poderia sair emprestado para o Botafogo e eu falei: ‘Não. Se for para sair emprestado, eu prefiro ir para o Flamengo’. Eu bati no Flamengo e eles não quiseram. Foi uma opção deles‘, iniciou o craque, que completou:

 

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF - Renato vai novamente enfrentar o Flamengo.
Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Renato vai novamente enfrentar o Flamengo.

 

”Dessa última vez agora eu estava livre, o Flamengo não demonstrou interesse e o Corinthians demonstrou. Eu conversei com o Duilio e automaticamente já estava apalavrado com o Corinthians”, revelou o medalhão, que foi formado nas categorias do Mais Querido e participou do bicampeonato da Copa do Brasil de 2006, quando tinha apenas 18 anos. 

 



 

Por fim, não deixou de falar especificamente sobre essa final contra seu ex-clube: É uma final, independentemente contra quem seja. Se você está com a camisa do Corinthians é uma responsabilidade muito grande. Tem que estar com a cabeça totalmente voltada para o Corinthians e para botar o nome na história do clube”, finalizou o meio-campista.

Fonte: Bolavip