Início Notícias Dunshee explica fala e se diz contra SAF no Flamengo

Dunshee explica fala e se diz contra SAF no Flamengo

Rodrigo Dunshee, vice-presidente Jurídico do Flamengo – Foto: Alexandre Vidal

COLUNA DO FLA: Com a nova fase que alguns clubes brasileiros vivem, a chegada de investidores estrangeiros está cada vez mais comum. O Flamengo, contudo, segue no tradicional modelo associativo. Nesta quarta-feira (05), o vice-presidente geral e jurídico do Rubro-Negro, Rodrigo Dunshee, declarou em redes sociais a opinião sobre a possibilidade de transformar a instituição em Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

“Quero deixar registrado que sou contra a SAF para o Flamengo. Fiz um comentário teórico de que seria um grande negócio alguém ser sócio minoritário do Flamengo, mas isso não significa que eu seja a favor, pq sou contra. Não precisamos e a SAF faz o clube perder sua identidade”, publica o dirigente.

Dunshee complementou, citando a possível perda de identidade de um clube que é vendido.

“Vender um clube nacional, centenário e histórico para empresas situadas no exterior faz o clube deixar de ser o que lhe fez chegar onde chegou. Respeito, mas sou totalmente contra. O espírito rubro-negro tem q ser preservado. Não atribuam a mim pensamentos que não tenho”, pede o dirigente.

Dunshee havia comentado o assunto e explicava que via a viabilidade do negócio acontecer. Mas deixou claro que não confirmava qualquer negociação.

“Isso é totalmente viável. Ser sócio de um clube como o Flamengo seria um grande negócio. Ajustes na governança seriam necessários, mas seria possível. Não que esteja confirmando nosso interesse nesse modelo, apenas falando em tese. Nesses assuntos quem fala é o Landim”, dizia Dunshee.

Com receitas que superam R$ 1 bilhão e contas organizadas, além de altos valores com a venda de jogadores e ingressos nos estádios, o faturamento e planejamento do Flamengo têm sido um dos melhores do país, elogiado por todo o continente. Assim, ao contrário de outros times, como Vasco, Botafogo e Cruzeiro, o Rubro-Negro não teria a necessidade de buscar o novo modelo de negócio para fazer o clube sobreviver.

‘Virando a chave’ para dentro de campo, o Flamengo encara o Internacional nesta quarta-feira (05), em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo começa às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã. No atual momento, o Rubro-Negro é o quinto colocado, com 48 pontos. Já o time gaúcho está em segundo, e soma 53.