Início Notícias "Tem que erguer as mãos para o céu"; Situação de Renato Augusto...

"Tem que erguer as mãos para o céu"; Situação de Renato Augusto é exposta e jornalista põe 'pressão' no Flamengo

Meio-campista do Corinthians foi um dos pontos principais da opinião dada envolvendo a final da Copa do Brasil

Ainda vão ser disputadas mais 2 rodadas do Campeonato Brasileiro antes do início da final da Copa do Brasil entre Flamengo e Corinthians, mas a expectativa está cada vez maior, com muita ansiedade por parte de todos os envolvidos. A equipe comandada por Dorival quer emendar algumas vitórias para chegar com confiança e bastante moral diante dos paulistas.

 



 

A vitória diante do Red Bull Bragantino colocou um ponto final no jejum de vitórias no nacional, então a intenção de momento é dar sequência nesses resultados positivos para tranquilizar o clima nos bastidores e aumentar as chances de sucesso. Da mesma forma que os times, os veículos de imprensa também vivem colocando essa decisão como um dos assuntos principais durante programas, podcasts e etc.

 

 

No programa “G4”, desta segunda-feira (3), Arnaldo Ribeiro afirmou que enxerga ligeiro favoritismo do Rubro-Negro no confronto, mas não no primeiro jogo em São Paulo, dentro da Neo Química Arena: “Para mim é 55% a 45% para o Flamengo para o título, mas é outro tipo de confronto em relação ao que aconteceu na Libertadores”, iniciou o jornalista.

 

Foto: Ettore Chiereguini/AGIF - Camisa 8 vive grande fase no Corinthians.
Foto: Ettore Chiereguini/AGIF – Camisa 8 vive grande fase no Corinthians.

 

A situação atual de Renato Augusto, que vive grande momento, também foi citada como um “complicômetro” ao Mais Querido, juntamente com outros pontos que foram evoluídos por Vítor Pereira: “A defesa está mais sólida, o Renato Augusto está jogando muito e a dupla de ataque encaixou. São diversos fatores que melhoraram”, pontuou Arnaldo.

 



 

Por fim, o jornalista “cravou” que os cariocas passam por alguns problemas de oscilação, deixando claro que um empate no jogo de ida deve ser muito comemorado“Vai ser um jogo duríssimo. O Flamengo não é favorito a vencer em Itaquera. Se o Flamengo sair com um empate, ele tem que erguer as mãos [para o céu]. Não vai ser como na Libertadores, quando definiu no primeiro jogo. Sair sem derrota de Itaquera será uma grande coisa, finalizou.

Fonte: Bolavip