Início Notícias "R$ 1 bi por ano despertou o interesse de…"; Dono do PSG...

"R$ 1 bi por ano despertou o interesse de…"; Dono do PSG fura 'bloqueio' e possibilidade de SAF no Flamengo vira assunto na web

Nasser Al-Khelaïf, presidente do Paris Saint-Germain, teria procurado dirigentes do Rubro-Negro para discutir o novo modelo de gestão que chegou forte no Brasil

A onda de clubes brasileiros virarem SAFs (Sociedade Anônima do Futebol) explodiu em 2022. Cruzeiro, Botafogo, Vasco e Bahia foram os pioneiros no modelo de gestão, enquanto que o Athletico-PR e o Atlético-MG já estudam as melhores propostas para iniciar o processo. No caso do Flamengo, internamente os dirigentes rubro-negros não se interessam por essa via.

Entretanto, isso não quer dizer que não vão aparecer interessados no Mengão. Segundo o canal “Flazoeiro”, Nasser Al-Khelaïf, presidente do Paris Saint-Germain, teria procurado o Flamengo para entender a possibilidade de negociação de uma SAF. O elevado número de torcedores e a receita no Ninho do Urubu parecem ter seduzido o bilionário do PSG.

“O presidente do PSG, Nasser Al-Khelaïfi, pensou em comprar o Flamengo e essa notícia se deu antes dele abrir negociações com o Atlético-MG. Só pra você entender o contexto, o Khelaïfi procurou o Flamengo buscando entender a possibilidade de comprar a SAF do Flamengo”, repassou o colega Jorge Nicola, em seu canal no Youtube.

Foto: Sebastien Muylaert/Getty Images – Nasser Al-Khelaïf se interessa por compra de SAF de clube brasileiro

“O número de 40 milhões de torcedores e de R$ 1 bilhão de faturamento por temporada despertaram interesse do bilionário. Segundo o Flazoeiro, a resposta do Flamengo foi que não há nenhum interesse em se tornar SAF. O clube agradeceu o contato, mas recusou a investida do empresário bilionário”, concluiu Nicola.

Recentemente, foi noticiado que o dono do PSG teria interesse em comprar um clube do Brasil, sendo o mais cotado o Atlético-MG. Oficialmente, o presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol Marcos Braz negam a informação da procura de Al-Khelaïf nos bastidores.

Fonte: Bolavip