Início Notícias Equador garante segurança para receber final da Libertadores

Equador garante segurança para receber final da Libertadores

Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: Por Leonardo José

Já está decidido que a final da Libertadores vai acontecer em Guayaquil. Flamengo e Athletico-PR brigarão pelo título continental no dia 29 de outubro, e os preparativos começaram em agosto, com o Governo do Equador declarando a decisão da competição como “evento de interesse nacional”. Em entrevista exclusiva ao Coluna do Fla, o Ministro dos Esportes do país, Sebastián Palacios, revela a importância que o jogo tem para as autoridades.

— Em 2 de agosto, o Presidente, através do Decreto Executivo nº 513, declarou a final da Conmebol Libertadores e a Copa Libertadores Feminina como eventos de interesse nacional. Em 26 de agosto de 2022, o Governo Nacional assinou o “Acordo de Acolhimento” para a “Encenação da Final Única da Conmebol Libertadores 2022”, tendo o Presidente da República Guillermo Lasso como testemunha de honra. A Conmebol e a Federação Equatoriana de Futebol têm o apoio total do Governo Nacional para a realização destes dois eventos — conta Palacios.

Ainda na conversa com o Coluna do Fla, o Ministro dos Esportes explica que a final da Libertadores 2022 nunca foi cogitada de acontecer em outro lugar após a escolha por Guayaquil. Sendo assim, Palacios foi categórico ao rechaçar qualquer possibilidade da mudança de local da finalíssima.

— Definitivamente, não (sobre a possibilidade de a final mudar de país). Temos estado em contato permanente com a Conmebol desde que o Estádio Monumental do Clube Desportivo de Barcelona foi designado como o local para a final da Conmebol Libertadores de 2022. Foram dados vários passos importantes, tanto pelo Governo Nacional como pela Conmebol, para fazer deste evento desportivo um sucesso — diz Sebastián Palacios.

O Ministro ainda garante que o Equador tem um plano especial para a segurança pública garantir a paz na região durante a decisão continental.

— Temos um Plano de Segurança elaborado pela Polícia Nacional e coordenado com a Conmebol, a FEF (Federação Equatoriana de Futebol), a Câmara Municipal de Guayaquil e o Governo Nacional. Teremos 10 mil tropas na cidade para garantir a segurança antes, durante e depois do evento, ou seja, mais de 8 mil tropas adicionais às que normalmente se encontram na cidade. Estamos prontos a receber aqueles que nos visitam para a final — detalha Sebastián.

A preocupação das autoridades de segurança da região de Guayaquil se dá por conta do aumento de assassinatos no local. Em comparação com 2021, o número de mortes violenta saltou de 298 para 710, entre janeiro e o fim de agosto — aumento de 136%. No entanto, o Governo do Equador garante que o “Plano de Segurança Pública” para a final da Libertadores é suficiente para garantir a paz nos arredores do Estádio Isidro Romero Carbo.

Ainda em conversa com o Coluna do Fla, Sebastián diz que espera receber cerca de 50 mil turistas para a final da Libertadores. Segundo Sebastián Palacios, o Equador e a cidade de Guayaquil estão aptos para ser destino dos torcedores de Flamengo e Athletico-PR.

— Estamos prontos para receber mais de 50 mil turistas. Os estrangeiros que chegaram ao país de janeiro a agosto de 2022 foram mais de 730 mil pessoas. Temos voos comerciais para que os turistas possam chegar ao nosso país. A partir de Julho de 2022, 13 companhias aéreas operam internacionalmente em 22 rotas com 269 frequências semanais, voando para 14 destinos no estrangeiro. O Equador e Guayaquil estão prontos para 50 mil torcedores de futebol e turistas — conta Sebastián.

CONFIRA ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

A final da Libertadores em Guayaquil ameaçou alguma vez mudar de país?
Definitivamente, não. Temos estado em contato permanente com a Conmebol desde que o Estádio Monumental do Clube Desportivo de Barcelona foi designado como o local para a final da Conmebol Libertadores de 2022. Foram dados vários passos importantes, tanto pelo Governo Nacional como pela Conmebol, para fazer deste evento desportivo um sucesso:

Em 2 de agosto, o Presidente, através do Decreto Executivo nº 513, declarou a final da Conmebol Libertadores e a Copa Libertadores Feminina como eventos de interesse nacional.
Em 26 de agosto de 2022, o Governo Nacional assinou o “Acordo de Acolhimento” para a “Encenação da Final Única da Conmebol Libertadores 2022”, tendo o Presidente da República Guillermo Lasso como testemunha de honra.
A Conmebol e a Federação Equatoriana de Futebol têm o apoio total do Governo Nacional para a realização destes dois eventos.

Em que medida estão as autoridades preocupadas com o aumento da violência na região de Guayaquil?
Temos um Plano de Segurança elaborado pela Polícia Nacional e coordenado com a Conmebol, a FEF (Federação Equatoriana de Futebol), a Câmara Municipal de Guayaquil e o Governo Nacional. Teremos 10 mil tropas na cidade para garantir a segurança antes, durante e depois do evento, ou seja, mais de 8 mil tropas adicionais às que normalmente se encontram na cidade. Estamos prontos a receber aqueles que nos visitam para a final.

Quais são os planos especiais do governo local para receber turistas para a final da Libertadores?
Temos coordenado para que os torcedores possam realizar procedimentos como a imigração e os costumes de uma forma ágil. O objetivo é assegurar que o serviço recebido pelas pessoas que chegam ao país é o ideal. A Direção Geral da Aviação Civil elaborou o Plano de Operação do Aeroporto e criou a logística, identificando Guayaquil como o principal aeroporto, e Quito, Manta, Salinas e Latacunga como aeroportos alternativos. Estamos prontos para receber e estacionar cerca de 200 aeronaves privadas.

Além disso, temos também um Protocolo de Resposta do Setor da Saúde, preparado pelo Ministério da Saúde Pública. No dia do evento, haverá dois pontos de atendimento médico no estádio para qualquer eventualidade; e, além disso, a rede de saúde pública estará pronta para atender a qualquer emergência.

Como é que a cidade de Guayaquil se prepara para acolher a final da Libertadores?
O Governo Nacional e a Conmebol estão a trabalhar arduamente com as várias instituições para assegurar que a cidade e o país estejam preparados para a chegada de mais de 50 mil turistas. Existem várias ações, entre as quais posso destacar:

– Plano de Segurança;
– Protocolo de Resposta do Setor da Saúde;
– Coordenação com embaixadas e companhias aéreas, para fornecer informações sobre todos os aspectos logísticos e documentação necessária para facilitar as viagens ao Equador;
– A TACSA está a investir 2,5 milhões de dólares numa plataforma de estacionamento de aviões;
– O Ministério do Turismo, em conjunto com os operadores turísticos, estão preparados para promover os nossos destinos de modo a que os fãs possam conhecer o nosso país.

Entre fãs, delegações e trabalhadores, qual é o número estimado de pessoas que a cidade irá receber?
Estamos prontos para receber mais de 50 mil turistas. Os estrangeiros que chegaram ao país de janeiro a agosto de 2022 foram mais de 730 mil pessoas. Temos voos comerciais para que os turistas possam chegar ao nosso país. A partir de julho de 2022, 13 companhias aéreas operam internacionalmente em 22 rotas com 269 frequências semanais, voando para 14 destinos no estrangeiro. O Equador e Guayaquil estão prontos para 50 mil torcedores de futebol e turistas.

Que revelação pode anunciar hoje a todos os fãs brasileiros que devem vir a Guayaquil?
Conhecerão o Equador, poderão apreciar a sua variada gastronomia e desfrutar de uma cidade que está pronta a acolhê-los de braços abertos. Entre os lugares que devem visitar no principal porto do Equador está o Malecón Simón Bolívar, um dos projetos de recuperação urbana mais bem sucedidos da América. Uma grande variedade de museus, parques, discotecas e centros comerciais, mais a alegria do seu povo, mobilidade fácil e preços muito acessíveis, fazem de Guayaquil um grande destino.

Tenho a certeza que aqueles que nos visitam se apaixonarão por Guayaquil e pelo Equador. Convidamos-lhe a visitar também o país, especialmente as cidades próximas, não se arrependerá. O Equador é um destino turístico imperdível para o mundo e um veículo de conservação e desenvolvimento nacional.

O que espera da final entre Flamengo x Athletico Paranaense?
O esporte inspira, une e transforma vidas. O esporte é um instrumento indispensável para o desenvolvimento: tem o poder de inspirar, de unir e, sobretudo, de transformar vidas. A realização da final única significa um impacto positivo para o país em termos de economia, turismo e esporte. Ter estes eventos desportivos no nosso país mostra a confiança que existe no Equador e como o esporte tem o poder de inspirar e unir os equatorianos. A final da Conmebol Libertadores 2022 é uma oportunidade sem paralelo de promover o Equador como destino; e de reativar a economia, gerando emprego e rendimento econômico para o país.

Em termos de esporte, esperamos um evento de qualidade, um jogo onde tudo é deixado em campo para alcançar a glória. Um espaço onde os valores do desporto vêm para cima: trabalho de equipe, solidariedade, esforço. E, obviamente, muitos objetivos.

Flamengo ou Athletico-PR? Por qual time você irá torcer na final da Libertadores?
Que ganhe a melhor equipe! Não tenho um favorito, mas quero apelar para que seja um evento pacífico, onde tudo é deixado no campo. Aqui no Equador, estamos prontos a acolhê-los e sabemos que quem ganhar, quem nos visitar, levará consigo as melhores memórias e experiências. Tenho a certeza de que vão querer voltar muito em breve.

Um dos eventos mais aguardados pelo Governo local e por torcedores de Flamengo e Athletico-PR acontece no dia 29 de outubro, um sábado. Às 17h (horário de Brasília), o Mengão e o time de Curitiba disputam o título da Libertadores, em confronto único. Lembrando que a entrevista completa do Coluna do Fla com Sebastián Palacios, Ministro dos Esportes no Equador, será publicada em instantes.