Início Notícias "Se a gente perguntar para dez rubro-negros…"; Apresentador 'crava' titular que jogou...

"Se a gente perguntar para dez rubro-negros…"; Apresentador 'crava' titular que jogou mais que Pedro em vitória do Flamengo

Após os 4 a 1 diante do Red Bull Bragantino, o apresentador não ficou em cima do muro ao dar sua opinião sobre o Mais Querido

Depois de passar o mês inteiro de setembro sem saber o que era vitória no Campeonato Brasileiro, o Flamengo entrou em campo diante do Red Bull Bragantino um pouco pressionado, mas não decepcionou os torcedores aplicando um singelo 4 a 1 e somando mais 3 pontos. A equipe comandada por Dorival Júnior teve ímpeto diante de um adversário que estava bem fechado no Maracanã.

 



 

A apresentação positiva foi destacada por Dorival: “O time não deixou de ser focado em momento nenhum. Tivemos dois empates e duas derrotas que diminuíram nossas possibilidades, mas não desistimos e nem pode ser dessa forma. Lutamos sempre pelos melhores resultados, e o campeonato está sendo difícil para todos os times, especialmente para o Flamengo, que tem chegado na maioria das finais. Isso dificultou nossa caminhada no Brasileiro, porque era uma caminhada de recuperação e não poderíamos mais errar”, salientou o treinador, que foi além:

 

 

“Nós jogamos com a equipe principal e com uma equipe mesclada, mas fizemos isso o campeonato todo. Nunca deixamos de valorizar o campeonato e seguimos vivos, na expectativa de que algo melhor aconteça em relação à nossa posição. Pela entrega da equipe, isso pode melhorar até o fim da competição”, disse Dorival, projetando as próximas rodadas.

 

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF - Arrascaeta foi exaltado pelo apresentador.
Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Arrascaeta foi exaltado pelo apresentador.

 

Durante os 90 minutos, não restam dúvidas que um nome em específico acabou ganhando os holofotes: Pedro. O centroavante foi “mortal” e marcou 3 gols, confirmando a boa fase e mostrando cada vez mais para Tite que é uma opção perfeita visando a Copa do Mundo. No entanto, o apresentador Simon Lédo destacou a importância do camisa 21, mas enfatizou a dependência do time rubro-negro em relação a Arrascaeta.

 



 

Se a gente perguntar para dez rubro-negros, 11 irão dizer que Pedro foi o nome do jogo. O cara fez o hat-trick, é matador e não precisa de muita coisa. Mas, sinceramente, o meu destaque, a minha análise na partida, é o “Arrascadependência” do time. O Flamengo de Arrascaeta é um. O Flamengo sem Arrascaeta é outro. Todo jogador quando está ausente faz, mas quando é a vez do meia uruguaio, o time perde completamente a criação”, finalizou, no pós-jogo do Coluna do Fla.

Fonte: Bolavip