Início Notícias Mauro Cézar dá conselho a Gabigol em cobranças de pênalti

Mauro Cézar dá conselho a Gabigol em cobranças de pênalti

Gabigol em cobrança de pênalti pelo Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

TORCEDORES: Por Eder Bahúte

Logo nos primeiros minutos de Flamengo e Red Bull Bragantino, Gabigol recebeu em velocidade e foi derrubado dentro da área por Luan Cândido. O pênalti marcado por Anderson Daronco indicava ali a abertura do placar, tamanha eficiência do camisa 9. O atacante, de fato, deslocou Cleiton, mas acabou tirando muito da direção do gol e a bola beijou a trave.

Mauro Cezar Pereira, na Jovem Pan, enalteceu a qualidade que Gabigol possui na marca da cal, mas acredita que o atacante poderia fazer uma adaptação na batida, evitando assim tanto risco.

“Ele perdeu um pênalti de novo e, como sempre acontece a bola vai para um lado e o goleiro para o outro e ela vai na trave. Contra o América-MG ela foi rente a trave, diante do Santos também foi assim. Acho que o Gabriel precisa… Já que ele sempre desloca o goleiro, não quero ensinar o padre a rezar a missa, mas é uma observação até óbvia. É evitar bater tão rente a trave, é até bonito quando ela vai beijando a lateral da rede, mansamente. Agora, é um risco desnecessário, pois o goleiro vai sempre para o outro lado. Então, ele pode chutar um pouquinho mais para dentro, não tão junto a trave, porque aí corre o risco”, inicia Mauro Cezar.

“Acho que ele deveria rever isso, e até para mudar um pouco sua forma de bater, já que os goleiros sabem como é. Eles não acertam o canto, mas ficam ali sempre torcendo para ela ir na trave. Foram oito pênaltis na temporada e ele errou dois. É um índice muito alto para um cara que bate tão bem. É impressionante como ele consegue sempre iludir o goleiro”, completou o jornalista.

O Rubro-Negro volta a campo na próxima quarta-feira (5) contra o Internacional, às 21h30 (de Brasília), no estádio do Maracanã, Rio de Janeiro.