Início Notícias "Brasileiros foram lembrados"; Jornal britânico publica 'lista de promessas' e inclui meio-campista...

"Brasileiros foram lembrados"; Jornal britânico publica 'lista de promessas' e inclui meio-campista do Flamengo junto com Vitor Roque

Na classe dos jogadores nascidos em 2005, ou seja, que completam 17 anos de idade neste ano, 3 brasileiros foram lembrados

O Flamengo é sempre conhecido por revelar grandes jogadores, tanto que na Seleção Brasileira, Vinícius Júnior e Lucas Paquetá seguem brilhando, comprovando que a base fez diferença na formação como atleta. Atualmente, na equipe comandada por Dorival Júnior, outras promessas estão sendo incluídas e já começam a brilhar.

 



 

No time titular, o maior exemplo de todos é João Gomes, que já vem despertando o interesse de Real Madrid e Liverpool, justamente por sua qualidade dentro de campo, mesmo com pouca idade. Porém, não foi o meio-campista que acabou sendo lembrado por jornal na Europa, que incluiu algumas promessas e colocou 3 do futebol brasileiro.

 

 

Conforme publicou o Globo Esporte, o britânico “The Guardian” anunciou, nesta quarta-feira (28), a nova edição do Next Generation de 2022, tradicional lista de jovens promessas do futebol internacional de acordo com o periódico. Na classe dos jogadores nascidos em 2005, ou seja, aqueles que completam 17 anos de idade neste ano, um trio se destacou: o atacante Vitor Roque (Athletico-PR), o meia Matheus Gonçalves (Flamengo) e o atacante Deivid Washington (Santos).

 

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo - Matheus representou o Flamengo na lista.
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo – Matheus representou o Flamengo na lista.

 

Confira os 60 jogadores do Next Generation 2022 do The Guardian:

África do Sul: Luphumlo Kaka Sifumba (Cape Town City)

Alemanha: Tom Bischof (Hoffenheim), Arijon Ibrahimovic (Bayern de Munique) e Paul Wanner (Bayern de Munique)

Argentina: Valentín Carboni (Inter de Milão) e Santiago Hidalgo (Independiente)

Armênia: Garnik Minasyan (Urartu-2)

Austrália: Max Caputo (Melbourne City)

Áustria: Zeteny Jano (Liefering)

Bélgica: Noah Mbamba (Club Brugge)

Brasil: Matheus Gonçalves (Flamengo), Vitor Roque (Athletico-PR) e Deivid Washington (Santos)

Bulgária: Martin Georgiev (Barcelona)

Colômbia: Oscar Perea (Atlético Nacional)

Croácia: Lovro Zvonarek (Bayern de Munique)

Dinamarca: Zidan Sertdemir (Bayer Leverkusen)

Equador: Juan Macías (LDU)

Espanha: Iker Bravo (Bayer Leverkusen), Yarek Gasiorowski (Valencia) e Álvaro Ginés (Real Madrid)

Estados Unidos: Reed Baker-Whiting (Seattle Sounders)

França: El Chadaille Bitshiabu (PSG), Desiré Doué (Rennes) e Mathys Tel (Bayern de Munique)

 



 

Gana: Clinton Doudu (Bechem United)

Geórgia: Luka Parkadze (Dinamo Tbilisi)

Grécia: Dimitris Kaloskamis (Panathinaikos)

Guiné-Bissau: Amadu Baldé (Sporting Lisboa)

Holanda: Mike Kleijin (Feyenoord), Gabriel Misehouy (Ajax) e Julian Rijkhoff (Borussia Dortmund)

Índia: Suhail Bhat (Indian Arrows)

Itália: Wisdom Amey (Bologna), Aaron Ciammaglichella (Torino) e Marco Delle Monache (Pescara)

Japão: Niko Takahashi Cendagorta (Barcelona)

Marrocos: Yassine Khalifi (Académie Mohamed VI)

Mauritânia: Beyatt Lekweiry (Douanes)

México: Heriberto Jurado (Necaxa) e Brandon Tellez (LA Galaxy)

Noruega: Runar Norheim (Tromso) e Antonio Nusa (Club Brugge)

Paraguai: Milciades Adorno (Guaraní)

Polônia: Antoni Mikulko (Lechia Gdansk) e Dariusz Stalmach (Milan)

Portugal: Dário Essugo (Sporting Lisboa), Roger Fernandes (Braga), Rodrigo Ribeiro (Sporting Lisboa) e João Veloso (Benfica)

Quirguistão: Beknaz Almazbekov (Galatasaray)

Romênia: Andrei Borza (Farul Constanta)

Sérvia: Jovan Milosevic (Vojvodina Novi Sad) e Jovan Sljivic (Estrela Vermelha)

Suécia: Roony Bardghji (Copenhagen) e Jardell Kanga (Bayer Leverkusen)

Turquia: Arda Guler (Fenerbahçe) e Kenan Yildiz (Juventus)

Uruguai: Joaquín Lavega (River Plate-URU)

Venezuela: Kervin Andrade (La Guaira)

 

Fonte: Bolavip