Início Notícias Everton Ribeiro buscou psicóloga fora do Flamengo

Everton Ribeiro buscou psicóloga fora do Flamengo

Everton Ribeiro durante treino da Seleção Brasileira – Foto: Lucas Figueiredo

COLUNA DO FLA: Titular absoluto do Flamengo nos últimos anos, Everton Ribeiro recebeu muitas críticas em 2021 e no início de 2022. Com a chegada de Dorival Júnior ao Rubro-Negro, o camisa 7 da Gávea mudou o posicionamento em campo e recuperou o bom futebol, que o levou a ser convocado novamente para a Seleção Brasileira. Além da presença do treinador, outro fator foi preponderante, na visão do atleta, para a retomada da boa fase: o apoio de um profissional de psicologia.

— Foi um período em que eu estava com muita dificuldade, então procurei uma psicóloga que me ajudou muito. Me colocou no caminho, esquecer e colocar coisas de lado. Centrar no que eu precisava fazer. Isso (o apoio profissional) me mostrou o quanto o psicológico, estar com a cabeça boa, ajuda em entrar na direção certa. Precisava estar focado no que tenho de melhor, para evoluir e chegar nesse momento —, disse Everton Ribeiro, em coletiva de imprensa concedida pela Seleção Brasileira, neste domingo (25), na França. O meia teve de procurar uma profissional fora do Flamengo, já que o clube não tem psicólogo fixo no time principal.

Everton Ribeiro havia sido convocado pela última vez em janeiro. Na sequência do ano, o técnico Tite fez mais duas listas, sem o jogador. Além do apoio psicológico e a mudança tática de Dorival Júnior, um terceiro fator motivou a retomada do futebol, que levou o meia a ser chamado de ‘Miteiro’ pela torcida do Flamengo: o filho mais velho.

— Quando Antonio nasceu (agosto de 2020), fiquei com isso na cabeça: eu tinha que voltar para a Seleção para ele me ver com a amarelinha. Agora está maior e foi ao estádio com a Marília (Nery, esposa) e o Augusto (primeiro filho). Foi muito emocionante para mim — acrescentou o camisa 7 do Flamengo.

Com a esposa e os filhos na arquibancada, Everton Ribeiro jogou 12 minutos na vitória do Brasil sobre Gana, por 3 a 0, na última sexta-feira (23). A partida aconteceu em Le Havre, na França. A família do jogador segue no país para acompanhar o meia na terça-feira (27), quando a seleção pentacampeã encara a Tunísia, em Paris, no Estádio Parque dos Príncipes, às 15h30 (horário de Brasília). Será o último amistoso da Canarinho antes da Copa do Mundo, no Catar.

Além de Everton Ribeiro, outro jogador do Flamengo aguarda por mais minutos contra a Tunísia: Pedro. Diferentemente do colega de clube, o atacante não saiu do banco de reservas de Tite contra Gana. A tendência é que a dupla siga como suplentes na terça-feira (27), já que o treinador preparou a equipe com Alisson, Danilo, Marquinhos, Thiago Silva, Alex Telles; Casemiro, Fred, Lucas Paquetá e Raphinha; Neymar e Richarlison.