Início Notícias Braz 'cancela' negócio no Flamengo e deixa rival com R$ 250 milhões...

Braz 'cancela' negócio no Flamengo e deixa rival com R$ 250 milhões "na mão" livre para fechar contrato acima da média

O vice-presidente de futebol do Mais Querido está fazendo questão de deixar algumas coisas bem claras ao torcedor

O Flamengo está em duas finais. Tanto na Copa do Brasil, quanto na Conmebol Libertadores, a meta – claro – é ser campeão. Dorival Júnior mudou o ambiente desde a sua chegada, fez o simples, passou confiança, organizou o esquema tático e deixou o elenco à vontade para desempenhar o melhor. De quebra, pode entrar na história do Clube. 

Para essa geração do CRF, só falta levantar o troféu da CdB. Além disso, o plantel atual vai para a terceira decisão de Libertadores em quatro anos, o que é muito representativo. Diante dessas condições, Marcos Braz, vice de futebol do Mengão, sabe que para chegar na Gávea hoje nem adianta se oferecer, porque a diretoria sabe o que deseja. 



Nos bastidores, há um burburinho de que Jorge Sampaoli adoraria treinar o Fla. Porém, Braz garante que o time carioca pensa em Dorival e, ao Canal do Benja, chegou a citar o processo de contratação de um técnico a um casamento: ninguém casa querendo se separar. Assim seria com um comandante, na ideia de que não adianta contratar pensando em mandar embora. 

Foto: Jorge Rodrigues/AGIF – Sampaoli

Com R$ 250 milhões na mão para investir em 2023, o Vasco da Gama colocou Sampaoli em pauta para assumir o comando na próxima temporada. Segundo o jornalista Jorge Nicola, em seu blog no Superesportes, além do argentino, também estão em pauta no São Januário os seguintes nomes: Vojvoda, Pezzolano e Vagner Mancini.



 

O Bolavip Brasil soube que JS pretende assumir um projeto com capacidade para brigar por títulos. Apesar de não exigir um tempo de contrato mínimo para fechar um contrato acima da média, o hermano deseja ter segurança para colocar suas ideias em prática. Em seu último trabalho, no Olympique Marseille, Sampa gastou 44 milhões de euros (R$ 272 milhões na época) em reforços. 

Fonte: Bolavip