Início Notícias Governo faz mudanças no edital do Maracanã e obriga liberação do estádio...

Governo faz mudanças no edital do Maracanã e obriga liberação do estádio a clubes que não administram o estádio

Foto: Divulgação

A Casa Civil do governo do Rio de Janeiro publicou uma errata com mudanças no edital do Maracanã no Diário Oficial desta quarta-feira. Foram feitas duas inclusões de artigos, a alteração de um e a exclusão de outro. A informação foi publicada inicialmente pelo jornal “O Globo”.

A alteração mais importante foi uma prejudicial a quem conseguir a concessão do estádio. Isso porque, no artigo 13.2.2 foi incluído uma obrigação à quem for administrar o Maracanã de alugar o estádio a um outro time que não administra pelo mesmo valor que ele paga. O artigo diz:

“O futuro concessionário deverá estabelecer anualmente, para jogos oficiais de futebol, um preço certo e determinado para o aluguel do campo e custos operacionais do Quadro Móvel do Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), valor esse que deverá ser cobrado de forma isonômica de qualquer um dos clubes de futebol do Estado do Rio de Janeiro com data oficial nas principais competições de futebol (campeonatos brasileiros série ‘A’ e ‘B’, Copa do Brasil, Copa Libertadores, Copa Sul Americana, ou qualquer outro torneio dessa natureza e envergadura que venha a ser realizado ao longo do prazo de concessão)”.

Ou seja, se o Flamengo e o Fluminense conseguirem novamente a concessão do estádio, por exemplo, eles serão obrigados a alugar o Maracanã ao Vasco ou outro clube que queira  usá-lo, mesmo que os mesmos não administrem o estádio. Essa decisão é contrária ao desejo dos clubes que têm interesse de conseguir a concessão.

Vale destacar que recentemente teve uma polêmica por esse mesmo motivo. O Vasco, que não administra o Maracanã, entrou na Justiça para poder atuar no estádio. Mesmo com o Flamengo e Fluminense, administradores do Maracanã, sendo contra, o cruz-maltino foi liberado a atuar.

Fonte: Diário do Fla