Início Notícias Wendel explica recusa ao Flamengo: “Questão de gratidão”

Wendel explica recusa ao Flamengo: “Questão de gratidão”

Volante Wendel na Seleção Brasileira – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: O Flamengo foi forte ao mercado de transferências no meio deste ano, contratando quatro reforços. Porém, o Rubro-Negro tentou acertar com o volante Wendel, do Zenit (RUS). O meia, contudo, decidiu continuar no time russo e explicou o motivo. Segundo o atleta, foi uma forma de gratidão à equipe de São Petersburgo. Além disso, o jogador admitiu surpresa com tamanha repercussão das tratativas com o Mengão.

— A decisão de ficar foi até por uma questão de gratidão. Sempre fui valorizado e muito bem tratado no Zenit, não me sentiria bem exercendo a cláusula de forma unilateral para sair. Conversamos, e eles ofereceram uma renovação, foi o melhor para todos naquele momento – disse o meio-campista, em declarações ao GE. Ele ainda prosseguiu:

— O interesse do Flamengo me deixou muito feliz, e a repercussão foi muito grande. Era o tempo todo notificação no celular com o pessoal mandando prints e links de notícias, perguntando se eu estava indo mesmo, se era verdade… Meus representantes conversaram com o Flamengo e tiveram outras conversas também, não sei se posso falar os clubes, mas clubes gigantes de Itália e Inglaterra. Eu fiquei muito feliz com esses interesses -, concluiu.

Em meio às negociações com o Flamengo, Wendel recebeu uma oferta de renovação do Zenit, com contrato maior e valorização salarial. De imediato, o atleta aceitou. Com isso, o Rubro-Negro foi atrás de Erick Pulgar, que pertencia à Fiorentina (ITA). O Fla comprou o volante chileno por cerca de 2,8 milhões de euros (algo em torno R$ 15 milhões na cotação da época).

Além de Pulgar, o Flamengo fechou com Arturo Vidal, que estava livre no mercado – rescindiu com a Inter de Milão (ITA). Ou seja, não teve custo financeiro de compra e venda, somente luvas contratuais e, obviamente, salários. Everton Cebolinha e Guillermo Varela também foram contratados na janela de transferências do meio deste ano, fortalecendo, assim, o elenco rubro-negro.