Início Notícias Mauro critica torcida do Flamengo: “É muita arrogância”

Mauro critica torcida do Flamengo: “É muita arrogância”

Torcida do Flamengo no estádio da Serrinha, contra o Goiás – Foto: Gilvan de Souza

UOL: O Flamengo tropeçou contra o Goiás e viu a distância para o líder Palmeiras aumentar no Brasileirão, com a distância ficando em nove pontos e agora o Internacional entre os dois. Em meio à classificação para mais uma final da Libertadores e próximo de decidir também a Copa do Brasil, Dorival Júnior mais uma vez optou por poupar jogadores, o que incomodou parte da torcida. Para Mauro Cezar Pereira, não é possível neste momento o Rubro-negro brigar por todos os títulos e se tentar fazer isso corre o risco de sair sem nenhuma taça.

No Posse de Bola, ao lado de Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi e Juca Kfouri, Mauro afirma que o Flamengo já optou por priorizar as copas e só não tornou isso público. O jornalista considera que o momento de tentar chegar no Palmeiras já passou e insistir nisso poderia custar caro ao clube.



“Essas reclamações dos torcedores do Flamengo evidenciam falta de noção, um time que chega na final da Libertadores na quarta-feira não pode ser execrado no domingo porque empatou com o Goiás. O Flamengo está na final da Libertadores, não é possível que o cara esteja arrancando os cabelos. Entendo a decepção por não ter brigado pelo título Brasileiro como deveria e poderia em dado momento que passou. Agora, ficar jogando tudo no chão, ‘fora, Dorival’, é muita arrogância. Não vai abraçar o mundo com as pernas, não dá para brigar pelos três nesse calendário”, afirma.

“Está na final da Libertadores pela quarta vez em toda a sua história, o torneio começou há mais de meio século e o Flamengo já chegou três vezes à final, agora é a quarta, a terceira em quatro anos, o cara está reclamando? É muita falta de noção da realidade, ainda tem de lambuja a Copa do Brasil com a possibilidade muito grande de ir para a final. Não tem do que reclamar. Se o Flamengo achar que vai abraçar o mundo com as pernas, vai perder tudo, porque não vai ter condição física”, conclui.