Início Notícias Escassez de hotéis e voos em Guayaquil preocupa Flamengo

Escassez de hotéis e voos em Guayaquil preocupa Flamengo

Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: Além dos torcedores, que estão com dificuldades para garantir presença na final da Copa Libertadores, as próprias diretorias de Flamengo e Athletico-PR estão sofrendo com a escassez de voos e hotéis em Guayaquil, no Equador. O estádio do Barcelona do país será a sede da grande decisão do dia 29 de outubro. Ambos os clubes encontram problemas para fechar a estadia das delegações, além dos convidados.

Entre jogadores, comissão técnica, familiares e dirigentes, o Flamengo ainda não decidiu quantas pessoas irá levar para o Equador. No entanto, há conversas frequentes com todas as companhias aéreas para resolver a logística e o fretamento de aeronaves. A informação das dificuldades dos clubes para a finalíssima foi divulgada pelo jornal O Globo.

As forças públicas de Guayaquil já ligaram o sinal de alerta por conta da alta procura dos torcedores e baixa estrutura da cidade equatoriana. O Estádio Monumental Isidro Romero Carbo tem capacidade para 57 mil pessoas. Porém, a cidade possui somente 12.602 vagas de hospedagem, de acordo com o Censo Econômico do Equador.

A questão dos voos também é um dificultador. Nenhuma empresa aérea brasileira oferece passagens diárias e diretas para Guayaquil. As viagens mais rápidas, com escalas e conexões, levam, aproximadamente, dez horas. Além dos valores inflacionados dos bilhetes. Por conta das dificuldades já previstas pelo Flamengo, na quinta-feira (08), nas primeiras horas após a vitória sobre o Vélez Sarsfield (ARG), o Rubro-Negro mandou uma comitiva para a cidade com o objetivo de agilizar a difícil logística.

Nesta sexta-feira (09), o presidente do Conselho de Administração do Flamengo, Luiz Eduardo Baptista, o BAP, sugeriu locais para receber a finalíssima, como Miami, Orlando, Dallas, Lisboa e Madrid, por conta das melhores estruturas de voos e hotéis. Ainda de acordo com o dirigente, esses lugares dariam mais visibilidade para a Copa Libertadores da América.

Enquanto os dirigentes buscam encontrar a melhor solução para a final da competição mais importante da América do Sul, o time do Flamengo volta o foco para os campeonatos locais. Neste domingo (11), o Rubro-Negro encara o Goiás, pela 26a rodada do Brasileirão, em Goiânia. Na sequência, quarta-feira (14), o jogo é diante do São Paulo, no Maracanã, pela semifinal da Copa do Brasil.