Início Notícias Fla e Athletico se enfrentam pela 6ª vez em mata-mata desde 19

Fla e Athletico se enfrentam pela 6ª vez em mata-mata desde 19

Fernandinho dando carrinho em Athletico-PR x Flamengo – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: A final da Libertadores será rubro-negra. Flamengo e Athletico Paranaense medirão forças na decisão do campeonato em Guayaquil, no Equador, e esta não é a primeira vez que os times se enfrentam em eliminatórias. Os finalistas da competição continental já tiveram cinco confrontos em mata-matas. E os resultados são equilibrados: em três oportunidades, o Mais Querido levou a melhor; nas outras duas ocasiões, o time paranaense avançou.

Ao todo, nas cinco disputas, o Flamengo marcou 12 gols, enquanto o Athletico-PR balançou a rede nove vezes. Foram quatro confrontos na Copa do Brasil, em todas as edições do torneio desde 2019, e uma decisão da Supercopa do Brasil, em 2020.

Antes da grande decisão da Libertadores, a ser disputada no dia 29 de outubro, Flamengo e Athletico já se enfrentaram em duas finais. Em ambas, o Fla levou a melhor – venceu a Copa do Brasil de 2013 e a Supercopa do Brasil de 2020.

VEJA O RETROSPECTO:
Copa do Brasil 2019 (Quartas de final) – Athletico-PR classificado
Supercopa do Brasil 2020 (Final) — Flamengo campeão
Copa do Brasil 2020 (Oitavas de final) — Flamengo classificado
Copa do Brasil 2021 (Semifinal) — Athletico-PR classificado
Copa do Brasil 2022 (Quartas de final) — Flamengo classificado

O mais recente duelo entre os rubro-negros foi pelo Brasileirão deste ano, em que os cariocas venceram por 5 a 0, no Maracanã, pela 22ª rodada do campeonato. Já pela Libertadores, na terça-feira (06), o Athletico-PR derrotou o Palmeiras por 3 a 2 no placar agregado e avançou à decisão do torneio da Conmebol. Na quarta (07), foi a vez do Flamengo confirmar a vaga na grande final, ao golear o Vélez Sarsfield (ARG) por 6 a 1, placar somado das duas partidas da semi.

Agora, o próximo grande confronto entre os rubro-negros carioca e paranaense ocorrerá no dia 29 de outubro, em Guayaquil, no Equador. É a terceira decisão do Fla na Libertadores em quatro anos. Por outro lado, 17 anos depois o time paranaense estará disputando uma final continental.