Início Notícias Depois de dezesseis anos, final da Libertadores volta a ter dois treinadores...

Depois de dezesseis anos, final da Libertadores volta a ter dois treinadores brasileiros

Depois de dezesseis anos, final da Libertadores volta a ter dois treinadores brasileiros
Foto: Reprodução

Nesta semana, Flamengo e Athletico-PR garantiram vaga na final da Libertadores. A partida marcará o embate entre Dorival e Felipão, dois treinadores brasileiros. O fato, inclusive, é histórico, uma vez que apenas pela terceira vez na história dois técnicos do país se enfrentam na grande decisão da competição.

Em 2005, Paulo Autuori, que treinava o São Paulo, enfrentou Antônio Lopes, que comandava o próprio Athletico-PR. Já no ano seguinte, Abel Braga, do Internacional, encarou Muricy Ramalho, do São Paulo. Em 2022, dezesseis anos depois, Felipão e Dorival se encontram em partida que promete fortes emoções.

O jogo entre os times está marcado para o próximo dia 29 de outubro, no Equador. Até lá, o Mengão tem jogos importantes da Copa do Brasil e Brasileirão. Já o Athletico, poderá focar apenas no Campeonato Brasileiro, uma vez que caiu na Copa do Brasil para o próprio Flamengo.


Fonte: Diário do Fla