Início Notícias “Ele queria vir”, diz dirigente do Flamengo sobre Oscar

“Ele queria vir”, diz dirigente do Flamengo sobre Oscar

Meia Oscar com a camisa do Flamengo – Foto: Reprodução

COLUNA DO FLA: O Flamengo fez uma grande janela de transferências no meio deste ano, com investimento alto em reforços de peso. Ainda assim, o clube esperava acertar com mais um nome, além de Arturo Vidal, Erick Pulgar, Everton Cebolinha e Guillermo Varela. Trata-se de Oscar, que era tido como ‘cereja do bolo’ do Mais Querido. Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Fla, abriu o jogo e explicou o motivo da negociação não ter se concretizado.

— Soubemos que o jogador, por uma escolha pessoal, estaria voltando para o Brasil até o fim do ano, e eu como dirigente do Flamengo… Não é o que eu quero ou deixo de querer, eu tenho a obrigação de entender a situação desse jogador. Ele estava na China, veio para o Brasil e simplesmente só iria voltar em janeiro. Imagina um jogador de alto rendimento, com 30 anos, nenhuma lesão, não tem punição da Fifa, apto a jogar… Não existe ele não estar em campo -, disse, em entrevista ao ‘Charla Podcast’, antes de completar:

— Ele queria, de fato, vir. Começamos a construir uma negociação para ele, pelo menos, treinar aqui no Flamengo. E em determinado momento, começamos lá com os intermediários a conversar sobre a possibilidade de se ter uma liberação do clube chinês para ele treinar e jogar no Flamengo. O tempo foi passando, as janelas de inscrições no campeonato foram fechando, até que teve o dia D, há umas três semanas, onde tentamos nas últimas 48 horas e os chineses fizeram a opção de não liberar. Eu não concordo com a ação deles, mas tem de respeitar. O que trataram com o jogador, cumpriram -, finalizou.

Vale ressaltar que, apesar da negociação com o Flamengo não ter se concretizado, Oscar veio para o Brasil com o objetivo de resolver questões pessoais. Por isso, o atleta demonstrou interesse em vestir o Manto Sagrado. A ideia era aproveitar o período de sua passagem por solo brasileiro para não ficar ‘parado’, sem treinar e jogar.

No entanto, o Shanghai Port (CHN) fez jogo duro e não cedeu à tentativa de convencimento do estafe do meia. O anúncio de Oscar pelo Flamengo, inclusive, não aconteceu por conta de um único detalhe: a falta da documentação enviada pelo chineses. O jogador chegou a vestir o Manto Sagrado e causou alvoroço nos torcedores rubro-negros.

Apesar da frustação por não ter contratado Oscar nesta temporada, o Flamengo prometeu que fará novas investidas pelo atleta no futuro. O jogador tem contrato com o Shanghai Port (CHN) até o final de 2024 e, o Fla, quem sabe poderá tentar negociar um empréstimo com o clube chinês a partir de 2023.