Início Notícias Landim aponta maior erro de Paulo Sousa no Flamengo

Landim aponta maior erro de Paulo Sousa no Flamengo

Rodolfo Landim dormindo e, ao fundo, Paulo Sousa, técnico do Flamengo – Foto: Isabelle Costa

COLUNA DO FLA: Em meio a ansiedade pelo jogo desta quarta-feira (31), pela semifinal da Libertadores, contra o Vélez Sarsfield (ARG), o nome de Paulo Sousa voltou à tona. O motivo foi pela entrevista do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, dada a ESPN, em que o dirigente fala sobre a passagem do técnico pelo Mais Querido. O executivo do Fla afirmou que tinha boas expectativas para o trabalho do treinador, mas o projeto não foi bem sucedido.

— Correções de rumo tiveram que ser feitas. Foi necessário uma avaliação. É sempre difícil quando monta um processo, se o trabalho vai recomeçar com outras pessoas à frente. É complicado. Tinha tudo para dar certo. Mas os resultados não vieram. Quando não ocorre, tem que ter mudança de rumo. E isso foi feito — disse Rodolfo Landim.

— Queria que os jogadores se adaptassem ao que ele propôs para a partida. Não sei, isso acabou não dando certo. Eles não tinham conseguido assimilar. Teve todo um período de adaptação, a verdade é que não funcionou. Jogos onde tivemos o melhor desempenho na Libertadores, tivemos menos mudança do jeito histórico de jogar — prosseguiu o presidente do Flamengo, apontando uma possível razão do insucesso de Paulo.

Apesar das críticas ao resultado entregado por Paulo Sousa, Rodolfo Landim elogiou o treinador. O presidente do Flamengo fez questão de ressaltar o respeito e a admiração que tem pelo técnico e por sua equipe, exaltando a experiência do comandante, dentro e fora dos campos.

— É uma pessoa com muita experiência com jogador, vencedor, saiu do futebol e foi estudar. A equipe que ele tinha ao lado era formada por pessoas com nível de formação muito bom — concluiu Landim.

Desde a saída de Paulo Sousa, em junho de 2022, o Flamengo ‘se encontrou’ com Dorival Júnior. Após mudanças táticas na equipe, o novo treinador conseguiu recuperar jogadores que não viviam boas fases e encontrar a sintonia do time. Os resultados não demoraram a aparecer: o Mais Querido está nas semifinais da Copa do Brasil e da Libertadores, além de ter ‘pulado’ para vice-liderança do Brasileirão.

O treinador Dorival mantém uma invencibilidade de 14 jogos e pretende aumentá-la na partida desta quarta-feira (31), contra o Vélez. O duelo decide quem fica com a vantagem para o segundo e decisivo jogo das semifinais da Libertadores, e tem início às 21h30 (horário de Brasília).