Início Notícias "Já conquistou a Nação"; Vidal inflama web ao falar da decisão na...

"Já conquistou a Nação"; Vidal inflama web ao falar da decisão na Liberta e aponta diferença da Europa

Volante chileno fala em expectativa de conquistar a América e realizar um sonho de infância

O flamenguista está contando as horas para a decisão pela semifinal da Libertadores. O Rubro-Negro entra em campo nesta quarta-feira (31), às 21h30 para duelar com o Vélez Sarsfield. Após perder a decisão de 2021 para o Palmeiras, os adeptos do time da Gávea não escondem a obsessão em alcançar o tricampeonato finalmente. A equipe treinada por Dorival Júnior terá que superar a qualidade do gramado do Estádio José Amalfitani para sair na frente do confronto.

 



A torcida do Mengão ficou sabendo da situação da grama do estádio neste início de semana, demonstrando revolta na web. O campo apresenta falhas visíveis, parecendo que não recebe uma irrigação com frequência. Para tentar esquecer o problema, os adeptos ganharam uma verdadeira declaração de amor de Arturo Vidal. O chileno falou sobre a experiência de jogar no Rubro-Negro e tratou a conquista da Libertadores como um “sonho”.

“Quando alguém te fala e te explica o que é o Flamengo, você pode se emocionar. Mas quando você veste a camisa e entra no campo, é outra coisa. São muitas emoções. As pessoas te fazem sentir que o Flamengo é um dos clubes mais fortes do mundo. Como torcedor e jogador do Flamengo, eu coloco o sonho de ser campeão, mas temos muito respeito pelos outros três times que estão na competição. São muito fortes e já demonstraram isso. Nós vamos nos preparar da melhor forma e sabemos que, se entrarmos concentrados, podemos lutar contra qualquer equipe”, declara Vidal.

Agif/Thiago Ribeiro – Vidal explica que no Brasil a torcida é mais intensa

As declarações do volante foram dadas em entrevista ao canal oficial da Conmebol. Arturo Vidal explicou também as diferenças entre o futebol na Europa e no Brasil. Segundo o meio-campista, a cultura realizada no país sul-americano é muito mais intensa em relação ao esporte, com impacto inclusive no dia-a-dia.



“É como vivem o futebol aqui, a paixão que se tem. Eles começam o dia com futebol, levantam com a camisa do Flamengo. De 10 pessoas que se vê no dia, 7 ou 8 estão com a camisa do Flamengo. Falam com você sobre futebol, sobre o que esperam da equipe. Isso eu vi poucas vezes na Europa. Eram fanáticos no dia do jogo, mas no dia a dia cada um vivia no seu mundo”, explica o volante do Flamengo.

Fonte: Bolavip