Início Notícias Petraglia diz que diferença do Flamengo em PPV não é justo

Petraglia diz que diferença do Flamengo em PPV não é justo

Mario Celso Petraglia, presidente do Athletico-PR – Foto: Divulgação

COLUNA DO FLA: Eliminado da Copa do Brasil pelo Flamengo, o presidente do Athletico-PR, Mario Celso Petraglia, parece não ter ‘cicatrizado as feridas’ após o gol de bicicleta de Pedro na Arena da Baixada. O dirigente encontrou um ‘culpado’ para a saída da equipe paranaense no mata-mata nacional: nada da retranca e antijogo impostos pelo técnico Luiz Felipe Scolari, e sim as cotas de televisão recebidas pelo Rubro-Negro carioca pela TV Globo.

Flamengo ganha sozinho, tirando o Corinthians, mais do que os outros 18 times da Série A pelo pay-per-view. É justo isso? Como faz futebol? O Flamengo tem R$ 160 milhões de garantia mínima para esse ano de 2022 no pay-per-view. E tem clube que ganha 400 mil reais. Tem como fazer futebol justo, honesto, equilibrado? Quem destruiu o futebol brasileiro foi a rede de televisão, que fez essas injustiças absurdas na distribuição de valores de TV, além de não valorizar o nosso futebol. A indústria do entretenimento do futebol foi destruída no Brasil nas últimas décadas — disse Petraglia, para a Rádio Bandeirantes, de São Paulo.

Ainda na entrevista, o presidente do Athletico-PR disse que foi ‘roubado’ na Copa do Brasil, relembrando os lances de Gabigol e Arrascaeta no Maracanã, onde os paranaenses pediram as expulsões dos flamenguistas na partida de ida das quartas de final. Por fim, fez uma comparação entre as infraestruturas entre os clubes, com direito a lembrança ao incêndio do Ninho do Urubu, em 2019.

— Mesmo contra tudo e contra todos, o Athletico Paranaense tem a melhor infraestrutura da América do Sul. O Flamengo tem um Centro de Treinamento, que temos aquela passagem fatídica que não gosto nem de repetir (incêndio), e não tem estádio, está pensando em fazer um agora. E é o Flamengo, das multidões, do Rio de Janeiro, do Maracanã — ironizou o cartola.

Flamengo e Athletico-PR se enfrentaram quatro vezes em 2022. Para a tristeza de Mario Celso Petraglia, o Mais Querido leva a melhor no retrospecto do ano, com duas vitórias (sendo uma por goleada de 5 a 0), um empate e uma derrota. Os rubro-negros ainda podem se enfrentar na temporada, já que ambos estão na semifinal da Copa Libertadores da América. O Fla encara o Vélez Sarsfield (ARG), quarta-feira (31), na Argentina. Já o time de Curitiba recebe, em casa, o Palmeiras, na terça-feira (30).