Início Notícias Reação do Flamengo passa por força como visitante

Reação do Flamengo passa por força como visitante

Everton Cebolinha comemorando gol em São Paulo x Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

LANCE: As cinco vitórias e o empate nos últimos seis jogos fora do Rio de Janeiro não deixam dúvidas: o Flamengo está embalado. A força da equipe como visitante passa a ser um símbolo da virada dada sob o comando de Dorival Júnior. Afinal, logo em sua chegada, foram três derrotas nestas condições, e, agora, acompanhado dos resultados, o Rubro-Negro deu mostra de força nas três competições em disputa.

– Dos 22 jogos que tenho aqui, são cerca de 70% fora de casa, e, mesmo assim, o aproveitamento tem sido muito positivo. Esse trabalho em conjunto, de todos departamentos, é o que nos tem dado essa possibilidade, de estar vivo nas três competições, e não deixamos o Brasileirão de maneira nenhuma. Vamos brigar por uma posição melhor – afirmou Dorival Júnior após o triunfo no Morumbi.

A matemática do treinador está quase certa. A partida contra o São Paulo foi o 12º fora de casa em 22 sob seu comando. Ou seja, 55%.

Vale destacar que, após perder os três primeiros jogos como visitante com Dorival Júnior (para o Internacional, pelo Brasileirão, e duas vezes para o Atlético-MG, pela Série A e Copa do Brasil), o Flamengo vive uma sequência de sete vitórias, um empate e só um revés.

Pela Copa do Brasil, o Fla venceu o Athletico na Arena da Baixada e o São Paulo no Morumbi, ficando mais perto da final. Na Libertadores, a vitória na Neo Química Arena encaminhou a vaga na semi da Copa diante do Corinthians – confirmada no Maracanã. Já no Brasileirão, a equipe de Dorival Jr somou 10 dos últimos 15 pontos como visitante, encarando o Tricolor Paulista, o Palmeiras e o Santos, por exemplo.

Como fez questão de ressaltar, Dorival Júnior divide os méritos com os jogadores, é claro, mas também com os profissionais que compõem o departamento de futebol do Flamengo, que auxiliam nas tomadas de decisões da comissão técnica, como no caso do “rodízio” implementado, com o “time das Copas” e a “equipe do Brasileirão”.

Dorival Júnior se aproxima dos três meses no comando do Flamengo e já garantiu uma reta final de temporada com boas perspectivas para o clube. De qualquer maneira, o treinador faz uma ressalva.

– Há 70 dias, elenco era totalmente questionável, não era considerado isso ou aquilo. E ainda não ganhamos nada. Estamos fazendo uma campanha de recuperação e passagens de fase. Daqui a pouco, se conseguirmos alguma coisa positiva, poderemos definir de uma maneira mais segura se isso é uma realidade – seguiu Dorival Júnior: – Estou muito confiante e satisfeito com o grupo, mas esse processo coube a todos envolvidos no dia a dia do clube não foi fácil nem simples, por isso dou valor ao que foi alcançado e com perspectivas de podermos fazermos algo diferente até o final do ano – finalizou.

O FLAMENGO, COMO VISITANTE, SOB COMANDO DE DORIVAL JR:

11/6, Campeonato Brasileiro:
Internacional 3×1 Flamengo, no Beira-Rio

19/6, Campeonato Brasileiro:
Atlético-MG 2×0 Flamengo, no Mineirão

22/6, Copa do Brasil:
Atlético-MG 2×1 Flamengo, no Mineirão

29/6, Libertadores:
Tolima 0x1 Flamengo, no Manuel Murillo Toro

2/7, Campeonato Brasileiro:
Santos 1×2 Flamengo, na Vila Belmiro

10/7, Campeonato Brasileiro:
Corinthians 1×0 Flamengo, na Neo Química Arena

24/7, Campeonato Brasileiro:
Avaí 1×2 Flamengo, na Ressacada

2/8, Libertadores:
Corinthians 0x2 Flamengo, na Neo Química Arena

6/8, Campeonato Brasileiro:
São Paulo 0x2 Flamengo, no Morumbi

17/8, Copa do Brasil:
Athletico 0x1 Flamengo, na Arena da Baixada

21/8, Campeonato Brasileiro:
Palmeiras 1×1 Flamengo, no Allianz Parque

24/8, Copa do Brasil:
São Paulo 1×3 Flamengo, no Morumbi