Início Notícias Pobre Cenismo! Flamengo atropela o São Paulo

Pobre Cenismo! Flamengo atropela o São Paulo

Rogério Ceni abraçando Gabigol – Foto: Marcelo Cortes / Flamengo

BLOG DO RENATO MAURÍCIO PRADO: Deu até pena do Rogério Ceni. Ele optou por uma escalação que parecia defensiva, mas, na verdade, mandou o São Paulo para o ataque, no Morumbi, e conseguiu ser melhor que o Flamengo na maior parte do jogo. Ainda assim, acabou batido por 3 a 1 e está virtualmente eliminado da final da Copa do Brasil. Detalhe: como treinador, em nove confrontos contra o rubro-negro carioca, perdeu os nove. Freguês que se chama?

Eis a lista:
02/07/2017 – Flamengo 2 x 0 São Paulo (Brasileirão de 2017)
01/06/2019 – Flamengo 2 x 0 Fortaleza (Brasileirão de 2019)
21/09/2019 – Cruzeiro 1 x 2 Flamengo (Brasileirão de 2019)
16/10/2019 – Fortaleza 1 x 2 Flamengo (Brasileirão de 2019)
05/09/2020 – Flamengo 2 x 1 Fortaleza (Brasileirão de 2020)
14/11/2021 – São Paulo 0 x 4 Flamengo (Brasileirão de 2021)
17/04/2022 – Flamengo 3 x 1 São Paulo (Brasileirão de 2022)
06/08/2022 – São Paulo 0 x 2 Flamengo (Brasileirão de 2022)
24/08/2022 – São Paulo 1 x 3 Flamengo (Copa do Brasil de 2022)

Se o torcedor do Flamengo pode ter ficado incomodado com a pressão tricolor durante a partida, tem motivos para dormir tranquilo, se viu a entrevista de Dorival Júnior, após o prélio, no Morumbi. O triunfo não levou o treinador a ignorar as muitas falhas de sua equipe no confronto. Muito pelo contrário, ele fez questão de ressaltá-las, diante dos jornalistas.

Como disse o técnico vencedor, seu time não conseguiu encaixar a marcação no rival – e erros precisam ser corrigidos. Mas a qualidade individual dos rubro-negros fez a diferença. Santos fez duas defesas monumentais. Filipe Luís e Thiago Maia foram soberbos na marcação. E Éverton Ribeiro teve atuação nota 10. Gigante na marcação e na construção ofensiva – vide o lançamento espetacular no primeiro gol e a participação decisiva no segundo. Foi o bastante.

Ganhar, mesmo quando não joga bem, é típico dos times vencedores. Vide o Palmeiras, em triunfos e classificações recentes, contra o Corinthians e o Atlético Mineiro. O Flamengo, diante do São Paulo, foi assim. Uma vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, no Morumbi, não pode ser jamais minimizada.

Que venha o Vélez, pela Libertadores. E, contra o Botafogo, pelo Brasileiro, que jogue o Menguinho. Dorival está fazendo um trabalho magnífico. Que diferença abissal para seu desastroso antecessor.