Início Notícias Flamengo aposta em experiência para não repetir erros de 2021

Flamengo aposta em experiência para não repetir erros de 2021

Everton Cebolinha e Matheuzinho comemorando gol em São Paulo x Flamengo – Foto: Marcelo Cortes

LANCE: Lucas Pessôa

Calejado com erros do passado, o Flamengo inicia a disputa por uma vaga na decisão da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, contra o São Paulo. O jogo de ida da semifinal será às 21h30 (de Brasília), no Morumbi, e terá transmissão em Tempo Real do LANCE!.

Em novo ano copeiro, o clube carioca está novamente nas semifinais da Copa do Brasil e da Libertadores e busca um final bem diferente do que teve em 2021, quando terminou sem nenhum título.

Na última temporada, o Flamengo sofreu uma dura eliminação para o Athletico-PR na semi do mata-mata nacional – com direito a uma derrota de 3 a 0 em pleno Maracanã – e foi vice para o Palmeiras no torneio continental.

Um trunfo rubro-negro para mudar a história é a experiência do elenco, que está acostumado a duelos decisivos e tirou lições dos fracassos em 2021. Do atual time titular, apenas o goleiro Santos não estava no grupo que terminou a última temporada.

LIÇÕES TIRADAS DOS FRACASSOS DE 2021
Por mais que muita coisa tenha mudado de um ano para o outro, o torcedor e o elenco do Flamengo se lembram bem do que aconteceu em 2021. Os erros seguem na memória e se transformaram em lições para o clube alcançar um final diferente.

Uma mudança significativa no Flamengo de 2022 é o nível de preparação física. O rodízio adotado por Dorival Júnior reduziu o desgaste do elenco e, consequentemente, diminuiu o número de lesões musculares. Mesmo na reta final de temporada, o time está em ótimas condições e se sobressai comparado aos rivais.

Vale lembrar que nas semifinais da Copa do Brasil de 2021, a realidade era outra e o Flamengo teve três desfalques importantes por lesão: Bruno Henrique perdeu o jogo de ida com um problema muscular, Pedro perdeu o jogo de volta por contusão no joelho e Arrascaeta perdeu os dois jogos por lesão muscular.

Outra diferença do Flamengo atual é a preparação tática. Diferente de Renato Gaúcho, Dorival conseguiu impor um estilo de jogo definido e organizado ao time, que está menos dependente do brilho individual dos jogadores e acumula atuações convincentes nos últimos meses.

Uma última lição aprendida com os fracassos de 2021 é a importância da concentração. Tanto na derrota para o Athletico na Copa do Brasil quanto para o Palmeiras na Libertadores, os atletas do Flamengo cometeram muitos erros individuais que poderiam ter sido evitados se estivessem mais concentrados.

Flamengo e São Paulo se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Morumbi. O jogo de volta da semifinal será no Maracanã, no dia 14 de setembro. Quem passar enfrenta o vencedor de Fluminense x Corinthians na final da Copa do Brasil.