Início Notícias Fla está há mais de dois meses sem semana livre para treinar

Fla está há mais de dois meses sem semana livre para treinar

Dorival Jr dando treinamento no Ninho do Urubu a noite – Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

COLUNA DO FLA: Entre os quatro melhores no Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores da América, o Flamengo sonha com os três títulos. No entanto, há um preço: uma maratona de jogos que parece sem fim. Enquanto outros rivais descansam, o Rubro-Negro não sabe o que é ter uma semana só para treinos desde o final de maio e início de junho, ainda sob o comando de Paulo Sousa. A “correria” vai durar 105 dias e irá até meados de setembro.

A última semana “off” do Flamengo começou em 29 de maio, quando enfrentou Fluminense em um domingo. Sete dias depois, 05/06, encarou o Fortaleza. Ambos os jogos foram no Maracanã e pelo Campeonato Brasileiro. A partir de então, começou a maratona. No dia 08/06, o Fla pegou o Red Bull Bragantino, em uma quarta-feira. O português foi demitido pouco depois, e Dorival assumiu em 11/06. Dali em diante, o Rubro-Negro fez 21 jogos e sempre atuou nos meios e finais de semana, pelas três competições citadas.

Com semifinais da Copa do Brasil e da Libertadores pela frente, a maratona só terminará no dia 18 de setembro, quando o Flamengo encara o Fluminense, agora pelo returno do Brasileirão. Depois deste jogo, o futebol brasileiro vai parar por 10 dias por conta de Data-Fifa.

Ao mesmo tempo em que corre contra o tempo, o Flamengo vê os principais rivais com tempo para treinar. Na Copa do Brasil, o Fla irá encarar o São Paulo, time que também está vivo na Sul-Americana, mas que já pode se dar ao luxo de atuar pelo Brasileirão com equipe alternativa, pois jogou a toalha pelo título no pontos corridos.

O duelo entre Flamengo e São Paulo será nesta quarta-feira (24), às 21h30 (horário de Brasília), no Morumbi, pela ida da semifinal da competição. Avançando, o Rubro-Negro encara Corinthians ou Fluminense, eliminados em torneios continentais, mas ainda sonhando com o Campeonato Brasileiro.

Já na Libertadores, o Rubro-Negro encara o Vélez Sarsfield, da Argentina, país onde se joga menos do que no Brasil. Caso passe à final, o adversário do Flamengo será Palmeiras ou Athletico-PR, ambos já eliminados da Copa do Brasil. O Fla volta a pensar no torneio continental a partir do dia 31, quando vai até Buenos Aires para enfrentar o time argentino, às 21h30 (horário de Brasília).