Início Notícias "Contratada como dirigente do Vasco"; Web faz piada com vitória de Bruno...

"Contratada como dirigente do Vasco"; Web faz piada com vitória de Bruno Henrique em processo inusitado

Atacante do Flamengo foi denunciado por motivo extracampo, mas internautas criticam intenções que motivaram a atitude

Apesar da boa fase do Flamengo na temporada, a Nação não consegue esquecer o atacante Bruno Henrique. O velocista do Rubro-Negro era a principal peça dos contra-ataques da equipe, trazendo rapidez nas conclusões de jogadas. As qualidades do ponta-esquerda vão além da velocidade, sendo famoso também por gols de cabeça e chutes de fora da área. Porém, além de tudo o que o ídolo flamenguista faz em campo, a torcida se encanta com o BH27 da internet.

O profissional é uma máquina de criar memes, que viralizam em um tempo quase tão curto quanto suas arrancadas no ataque flamenguista. Os momentos icônicos do jogador vão desde cantorias de pagode a vídeos de uma amiga que joga futevôlei: basta Bruno Henrique respirar de frente para uma câmera que vira motivo de alegria para a torcida. Mesmo com tantos sorrisos gerados pelo atacante rubro-negro, houve quem encontrasse razão para processá-lo.

 



Talvez a entrevista mais famosa de Bruno Henrique com a camisa do Flamengo foi após o empate de 4 a 4 com o Vasco, quando o atleta afirmou que a equipe estava em “outro patamar”. Semanas após as falas do jogador, a equipe carioca foi campeã da Libertadores e marcou o nome de cada atleta do elenco na história. A frase entrou de vez no dia-a-dia de fãs de futebol em geral, chegando a ser utilizado como marketing por parte de empresas. Uma empresária em especial, ao registrar uma marca com a expressão, quis impedir Bruno Henrique de utilizar o slogan.

Agif/Thiago Ribeiro – Bruno Henrique, do Flamengo, ganha causa na justiça

Josineide Constantino Dantas pediu R$ 16 milhões de Bruno Henrique na justiça por suposto uso indevido da marca “Oto Patamar Sports”, registrada por ela. Porém, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo recusou a ação, exigindo que a mulher pague 10% dos valores referentes aos advogados que trabalharam na causa. A situação virou motivo de piada na internet, onde internautas chegaram a comparar o ato com a diretoria do rival Vasco da Gama.



Fonte: Bolavip